A gigante americana CVS chega ao Brasil para brigar

Compartilhe:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someone

rede-americana-cvs-pharmacy-chega-ao-brasil-para-brigar-no-varejo-farmaceuticoEm entrevista exclusiva o presidente da CVS Caremark, segunda maior rede de farmácias dos Estados Unidos, diz que a compra da Onofre foi só o começo.  “A nova classe média vai consumir mais produtos de saúde e beleza”, afirma.

O americano larry Merlo, principal executivo da CVS Caremark, um colosso com mais de 7 000 farmácias espalhadas pelos Estados Unidos e faturamento anual superior a 120 bilhões de dólares, estremeceu o setor no Brasil ao anunciar, no começo de fevereiro, a compra do controle da rede de drogarias Onofre, oitava do ranking nacional.

Os detalhes do negócio não foram divulgados, mas estima-se que tenha rondado os 600 milhões de reais — Marcos e Ricardo Arede, da família que fundou a Onofre, continuam à frente da operação. Mais do que a cifra, no entanto, o que impressionou as drogarias locais foi o movimento.

A chegada de uma das duas gigantes americanas (a outra é a Walgreens) aumentou a expectativa de que o processo de consolidação por aqui vai ser acelerado pela própria CVS Caremark e pela atuação de outras grandes empresas estrangeiras. Nesta entrevista exclusiva, Merlo não dá margem a dúvidas. “Nos Estados Unidos, sempre buscamos estar entre os três maiores do mercado. Nossa meta é manter esse padrão no Brasil.”

EXAME – Por que a CVS Caremark escolheu o Brasil para sua estreia fora dos Estados Unidos?

Larry Merlo – Primeiro porque se trata de um mercado em estágio de amadurecimento. Portanto, com forte potencial de expansão para os nossos negócios. Com a ascensão social das camadas mais pobres da população brasileira, haverá um aumento das vendas de produtos de saúde e beleza. O mercado brasileiro tem outras características positivas. Parece bastante receptivo a redes de farmácias e é fragmentado. Existem muitos competidores, mas o primeiro colocado não tem mais do que 10% de participação.

EXAME – Isso significa que mais aquisições estão por vir?

Larry Merlo – Nossa prioridade é trabalhar com o Marcos e o Ricardo para aprendermos mais sobre o funcionamento do mercado brasileiro. O foco inicial é dar todo o suporte para que os dois nos ajudem no plano de expansão orgânica que temos. Se surgirem oportunidades, é claro que vamos avaliar.

EXAME – Quantas lojas a CVS Caremark pretende ter no Brasil?

Larry Merlo – Ainda não temos um número específico de lojas ou de participação de mercado que queremos atingir. No curto prazo, o mais importante é entender o Brasil e, ao mesmo tempo, planejar como vamos crescer de maneira sustentável. Operamos mais de 7 000 drogarias nos Estados Unidos e acreditamos que podemos utilizar essa experiência aqui. Vemos o país como uma joia a ser lapidada.

EXAME – Por que a Onofre? Não parece estranho a CVS Caremark começar no Brasil com uma rede que tem menos de 50 lojas?

Larry Merlo – O primeiro ponto é que a Onofre é uma rede de franquias de alta qualidade e inovadora. Percebemos isso na parte de gerenciamento de produtos e também no comércio eletrônico. Estamos convictos de ter escolhido o parceiro certo para a estreia no Brasil.

EXAME – Qual é o potencial de crescimento da Onofre?

Larry Merlo – Prefiro não dar um prazo nesse início de operação. Mas garanto que o nosso objetivo é aumentar a participação de mercado nas áreas em que podemos competir. Nos Estados Unidos, sempre buscamos estar entre os três maiores do mercado. Com certeza, nossa meta é manter esse padrão no Brasil.

EXAME – O senhor imagina maiores dificuldades no Brasil por não poder vender alimentos e bebidas nas farmácias?

Larry Merlo – Nos Estados Unidos, temos o costume de vender produtos que não sejam de saúde e beleza, é verdade. Mas, independentemente das diferenças entre os mercados americano e brasileiro, estamos confiantes de que poderemos aproveitar nossa experiência na operação da Onofre.

EXAME – Muitos falam que está caro investir no Brasil. É verdade?

Larry Merlo – Posso garantir que enxergamos a possibilidade de ter bons retornos sobre o investimento que fizemos. Diante dos indicadores da Onofre e do potencial do mercado brasileiro, estamos bastante tranquilos com a estratégia que decidimos adotar.

Fonte: Revista Exame

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Mercado farmacêutico
0
Conectando
Por favor, aguarde...
Enviar mensagem

Não estamos on-line no momento, envie uma mensagem e responderemos em breve.

* Nome
* Email
* Mensagem
Telefone
Atendimento on-line

Como podemos ajudar?

Estamos on-line, fique à vontade para iniciar uma conversa com a M2Farma.

* Nome
* Email
Telefone
* Mensagem
Atendimento on-line
Feedback

Help us help you better! Feel free to leave us any additional feedback.

How do you rate our support?

Agradecemos sua visita ao blog e convidamos a conhecer nosso trabalho. Visite www.m2farma.com

Aproveite para cadastrar seu e-mail para receber notícias e promoções:

Fique tranquilo, seus dados estarão em segurança.