Medicamentos causaram maior impacto na inflação em maio/2013

Compartilhe:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someone

medicamentos-causam-impacto-na-inflacao-ipca-maio-2013Os remédios lideraram os principais impactos na inflação entre os itens pesquisados para o Índice Nacional de Preços Consumidor Amplo (IPCA) de maio, de 0,37%, a menor taxa registrada desde junho de 2012 (0,08%), divulgada nesta sexta-feira, 7, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A variação dos remédios, de 1,61%, foi uma desaceleração em comparação com abril (2,99%).

Entre os grupos, o IBGE destacou o comportamento dos alimentos e bebidas, “que apresentou forte desaceleração ao passar de 0,96% em abril para 0,31% em maio, trazendo o impacto para o índice de 0,24 para 0,08 ponto porcentual, respectivamente”. O instituto ressaltou o barateamento, na passagem do mês, do tomate (-10,31%), o principal impacto de baixa no IPCA (-0,04 ponto porcentual).

A principal alta entre os grupos foi vista em saúde e cuidados pessoais (0,94%), por causa dos remédios. Embora a inflação do grupo tenha desacelerado em comparação a abril (1,28%), se manteve como o grupo de maior variação.

Fonte: Zero Hora – RS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Mercado farmacêutico
0
Conectando
Por favor, aguarde...
Enviar mensagem

Não estamos on-line no momento, envie uma mensagem e responderemos em breve.

* Nome
* Email
* Mensagem
Telefone
Atendimento on-line

Como podemos ajudar?

Estamos on-line, fique à vontade para iniciar uma conversa com a M2Farma.

* Nome
* Email
Telefone
* Mensagem
Atendimento on-line
Feedback

Help us help you better! Feel free to leave us any additional feedback.

How do you rate our support?

Agradecemos sua visita ao blog e convidamos a conhecer nosso trabalho. Visite www.m2farma.com

Aproveite para cadastrar seu e-mail para receber notícias e promoções:

Fique tranquilo, seus dados estarão em segurança.