Arquivo do blog

Giro News | Fornecedores | Marfrig Doa R$ 7,5 Milhes

Giro News | Fornecedores | Marfrig Doa R$ 7,5 Milhes
Marfrig Doa R$ 7,5 Milhões


  A Marfrig Global Foods, especializada em carne bovina,
anuncia a doação de R$ 7,5 milhões para o Ministério da Saúde. O valor será
destinado à compra de testes rápidos para diagnosticar o Covid-19. Segundo a
empresa, a doação é suficiente para a compra de 100 mil testes e faz parte de
uma parceria do órgão público de saúde com a iniciativa privada para financiar parte
dos kits. De acordo com a Marfrig, durante este período de prevenção ao novo
Coronavírus, todas as suas plantas estão em operação e as exportações também
serão mantidas.


Palavras-chave , , , , , , , , ,
Mercado farmacêutico, Indústria farmacêutica, Legislação e regulamentações





Farmácias ultrapassam 2 milhões de testes rápidos da COVID-19 em 2021

Os testes rápidos de COVID-19, que podem ser feitos em farmácias, ultrapassaram os 2 milhões no Brasil, só em 2021. Esse número, em três meses, é maior do que 2020 inteiro.

Além disso, segundo a CNN, a taxa de resultados positivos está chegando a 25%. O número passou de 15% para 23%.

Entre 1 de janeiro e 14 de março, foram 2,045 milhões de testes. Em 2020, esse valor foi inferior, chegando a apenas 13 mil.

Os dados são da Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma), divulgados pela CNN Brasil.

O teste rápido é feito apenas com algumas gotas de sangue do dedo. Elas são colocadas num objeto pequeno de plástico, que são levados até o reagente para detectar o vírus.

O reagente é usado pois quando entra em contato com a substância, é capaz de mudar a cor, indicando a presença de anticorpos do vírus. Por isso, se a pessoa tiver tido contato com o vírus, produzirá anticorpos.

Assim, o resultado vai ser positivo e deve aparecer duas faixas no mostrador do objeto. Se aparecer só uma, o resultado é negativo. Se não aparecer nenhuma faixa, o teste deverá ser refeito.

Fonte: Rádio Metropolitana FM


Palavras-chave , , , , , ,
Mercado farmacêutico, Indústria farmacêutica, Legislação e regulamentações





Global negocia devolução de R$ 20 milhões ao Ministério da Saúde

ministério da saúde



ministério da saúde
Créditos: Okskaz | iStock

Dentro da crise entre o Ministério da Saúde e a Anvisa, a empresa Global Gestão em Saúde S. A. negocia devolver R$ 20 milhões ao ministério após descumprimento de contrato decorrente de licitação realizado há mais de 1 ano para entrega de medicamentos de alto custo (Aldurazyme, Fabrazyme, Myozyme) que seria distribuídos a pacientes de doenças raras que obtiveram acesso ao tratamento pelo SUS na justiça.

A Anvisa se opôs à compra diante da não apresentação de documentos da Global, exigidos para a importação. O ministro da Saúde acusou-a de impedir a quebra de monopólios e a redução de custos em compras judicializadas.

A restituição será feita em 4 parcelas. A empresa também pagará mais de R$ 690 mil e atualizações monetárias. A Global disse ao JOTA que “tem cumprido todas as determinações do contrato” e que “não irá se manifestar até que as negociações para a quitação do contrato estejam concluídas”. (Com informações do Jota.Info.)





Publicado por: Juristas


Palavras-chave , , , , , , , , ,
Mercado farmacêutico





Blau Farmacêutica atinge receita líquida de R$ 303 milhões

PFARMA

(Texto atualizado em 18/11/2020 às 08:19 pm)

Blau Farmacêutica atinge receita líquida de R$ 303 milhões no 3o trimestre de 2020 e chega a R$ 1,1 bilhão nos últimos 12 meses

A Blau Farmacêutica, uma das principais indústrias farmacêuticas brasileiras do segmento hospitalar, anunciou no dia 09 de outubro seus resultados consolidados para o 3o trimestre de 2020 (3T20) e para os nove meses do ano (9M20). Os resultados demonstram a resiliência da Companhia com 14% de aumento da receita líquida quando comparado ao mesmo período do ano anterior, forte lucratividade, atingindo 25% de margem líquida; e geração de fluxo de caixa. Ainda nesse trimestre, as vendas do mercado privado representaram 77% da receita total, ultrapassando, já no mês de agosto, a venda total do ano de 2019 no mercado privado. Nos últimos 12 meses, a receita líquida totalizou R$ 1,1 bilhão no 3T20.

“Em momentos desafiadores como esse, devido à pandemia COVID-19, manter o foco em criação de valor para os clientes, na capacidade de fornecer medicamentos críticos para a saúde e no compromisso inabalável com nossos colaboradores e com nossos valores, faz toda a diferença. Os constantes investimentos aos longos dos anos em aumento de capacidade produtiva com flexibilidade operacional nos trouxeram a possiblidade de aumentar a produção de diversos produtos de acordo à necessidade dos hospitais, mantendo o abastecimento de medicamentos essenciais nas áreas de unidade de terapia intensiva, anestesiologia, imunologia, hematologia e clínica geral. O resultado está́ impactado pelo mix de produtos, que, mesmo com o aumento de diversos insumos, conseguimos ter expansão de margem. Seguimos aumentando as vendas no mercado privado e ampliando o acesso”, afirma Marcelo Hahn, CEO da Blau Farmacêutica.

Outro fator somado ao crescimento da Blau foi o ritmo de investimentos em PD&I, novos negócios e M&A, além dos investimentos na ampliação de capacidade produtiva, tanto nas unidades fabris já em operação, como nas duas novas plantas em construção. “A aquisição da Pharma Limírio, que realizamos durante a pandemia, mostrou capacidade do time da Blau de identificar oportunidades estratégicas e sermos eficientes na execução e integração. Além desta aquisição, montamos uma subsidiária nos Estados Unidos dedicada a investimentos em centros de coleta de plasma, em linha com a estratégia de verticalização de insumos estratégicos para nossa independência produtiva. E também concluímos a instalação de todos os equipamentos das plantas de insumos biotecnológicos, dentro desta mesma linha de execução da estratégia de verticalização”, destaca Hahn.

Alinhado aos investimentos em PD&I, a Companhia segue registrando novos produtos em todos os países. Do começo do ano até hoje, a Blau registrou nove novos produtos na Anvisa e 20 novos produtos na América Latina, totalizando 193 produtos registrados na Latam.

Fonte: Blau Farmacêutica


Palavras-chave , , , , , ,
Mercado farmacêutico, Indústria farmacêutica, ANVISA





GSK entrega 4 milhões de doses da vacina contra a Meningite C

PFARMA

(Texto atualizado em 29/05/2020 às 05:42 pm)

Esforços conjuntos de instituições públicas e privadas buscam garantir a vacinação de rotina da população neste momento de pandemia

Em meio ao período desafiador de pandemia do novo Coronavírus, instituições públicas e privadas unem seus esforços para que o calendário vacinal e a vacinação de rotina da população brasileira sejam mantidos.

Coincidindo com a Semana Mundial da Imunização, em uma ação conjunta entre a farmacêutica GSK, a Funed e o Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, cerca de 4 milhões de doses da vacina contra a Meningite C chegaram neste domingo (26/04) ao Brasil e serão disponibilizadas ao Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde. Leia mais ›


Palavras-chave , , , , , ,
Mercado farmacêutico, Indústria farmacêutica, ANVISA





Aché destina mais de R$ 5 milhões para iniciativas de apoio ao combate do coronavirus

Aché destina mais de R$ 5 milhões para iniciativas de apoio
Aché inicia projeto de reflorestamento na região de Cabo de Santo Agostinho

Além da doação de medicamentos, álcool gel e equipamentos de proteção individual (EPIs), o laboratório dá início à pesquisa para avaliar eficácia de medicamento em pacientes com ventilação mecânica nas UTIs pela Covid-19

O Aché Laboratórios Farmacêuticos coloca em prática uma série de ações de apoio aos hospitais, clínicas, profissionais da saúde e comunidades na prevenção e combate ao novo coronavírus. A farmacêutica destinará mais de R$ 5 milhões para iniciativas que visam contribuir com o governo e a sociedade, dentre elas as doações de frascos de álcool em gel e de equipamentos de proteção individual – EPIs- além de medicamentos para comunidades carentes e instituições.

Também faz parte do montante de iniciativas, o apoio financeiro à pesquisa junto à Coalizão Covid Brasil, um grupo formado por renomados hospitais que atuam, em parceria com o Ministério da Saúde, na realização de pesquisas para avaliar a eficácia e a segurança de diversos medicamentos em pacientes com infecção pelo novo coronavírus.

As primeiras doações dos medicamentos dipirona e paracetamol já foram entregues à Prefeitura Municipal de Guarulhos, ao Governo do Estado de São Paulo, ao Governo do Estado de Pernambuco e à Instituição Amigos do Bem. Novas remessas já estão sendo produzidas e devem ser entregues em breve.

Na terceira semana de abril, o Aché iniciará as doações de álcool em gel a hospitais do Brasil, referenciados pelo Ministério da Saúde para o tratamento do Coronavírus e/ou localizados em estados com o maior número de casos confirmados. Entidades, governos e instituições parceiras também receberão álcool em gel, totalizando aproximadamente 370 mil frascos doados. Cerca de 36 hospitais do Brasil receberão equipamentos de proteção individual- EPIs- de acordo com a necessidade, sendo mais de 38 mil e 500 itens entregues, tais como: luvas, aventais impermeáveis, protetores faciais, óculos, máscaras, blusões e jaquetas.

Apoio da Aché à pesquisa da Coalizão Covid Brasil

O Aché doou 2.500 ampolas do medicamento Decadron (dexametasona) para que o Hospital Sírio Libanês, um dos hospitais referência e também membro da Coalizão Covid Brasil, inicie uma pesquisa em pacientes graves de Covid-19. A intenção é verificar se a dexametasona, assim como outros corticoides, que já ajudam na retirada de pacientes dos ventiladores mecânicos mais rapidamente, agem da mesma forma com os pacientes graves de Covid-19.

As ampolas já foram doadas à Coalizão Covid Brasil e os testes iniciarão nos próximos dias. Além da dexametasona, o Aché destinou um apoio financeiro para realização da logística de entrega do medicamento a todos os centros de pesquisa participantes e a contratação dos seguros para os participantes. Este seguro fornece cobertura e tranquilidade para quaisquer necessidades médicas durante e após o término do estudo. Além disso, alguns centros de pesquisa também receberão equipamentos de proteção individual – EPI´s- e álcool em gel.

A pesquisa terá dois braços. Um deles usará a dexametasona e o outro, o tratamento padrão da instituição, que não deve incluir o uso de corticoides. Dessa forma, será possível fazer a comparação entre os resultados obtidos pelos dois grupos.

A pesquisa avaliará 300 pacientes, e contará com o apoio dos demais hospitais e entidades que formam a Coalizão Covid Brasil, que são: Hospital Israelita Albert Einstein, Hospital Sírio-Libanês, HCor, Hospital Moinhos de Vento, Hospital Alemão Oswaldo Cruz, BP – A Beneficência Portuguesa de São Paulo e Rede Brasileira de Pesquisa em Terapia Intensiva (BRICNet), além do Ministério da Saúde. Os primeiros resultados devem sair em dois meses.

Orientações e investimento em plataformas on-line

Para que os profissionais de saúde e a população tenham acesso a temas importantes relacionados ao novo Coronavírus, o Aché está realizando weebmetingslives podcasts com os mais renomados especialistas em diversas áreas de atuação.

Acessando o site www.cuidadospelavida.com.br as pessoas podem assistir a entrevistas, baixar conteúdo como o ” Guia coronavírus e doenças respiratórias” e orientações de como fazer uma máscara de proteção caseira, por exemplo. Além disso, o canal telefônico com enfermeiros e farmacêuticos 24h também está disponível por meio do telefone: 0300 118 1006. A intenção é esclarecer dúvidas e evitar a ida ao hospital sem necessidade, assim, ajudando na prevenção à saúde.

Foto: Shutterstock

Fonte: Aché


Palavras-chave , , , , , ,
Mercado farmacêutico, Indústria farmacêutica, ANVISA





Seja bem-vindo(a) ao blog da M2Farma.

Neste espaço reunimos notícias sobre assuntos regulatórios e o varejo farmacêutico.

Nosso trabalho é facilitar a burocracia técnica, saiba mais.

Siga-nos:

📫 Receba por e-mail

Receba as últimas notícias sobre varejo farmacêutico, ANVISA, Farmácia Popular e Convênios PBM direto no seu e-mail:





Do NOT follow this link or you will be banned from the site!

📬 Receba as últimas notícias sobre o varejo farmacêutico, Farmácia Popular, ANVISA, convênios PBM e mais: