Arquivo do blog

Concurso público oferta diversas vagas e salários de até R$ 2,4 mil no Tocantins

AF Notícias | Estado | Concurso público oferta diversas vagas e salários de até R$ 2,4 mil no Tocantins

(Texto atualizado em 29/06/2020 às 08:34 am)

O concurso público do Conselho Regional de Farmácia do Tocantins (CRF-TO) oferta diversas vagas e salários que podem chegar a R$ 2,4 mil. A entidade tem sede em Palmas.

As inscrições poderão ser feitas de 02 de dezembro de 2018 a 13 de janeiro de 2019, mediante o pagamento da taxa de R$ 60 ou R$ 48, a depender do cargo. Já as provas serão aplicadas pelo Instituto Americano de Desenvolvimento (IADES) no dia 27 de janeiro de 2019, em Palmas.

Os cargos com oportunidades disponíveis são analista de TI e assistente administrativo, com 2 vagas para preenchimento imediato e 10 para cadastro reserva.

O edital e outras informações do concurso estão disponíveis aqui.


Palavras-chave , , , , , , , , , , , , , ,
Mercado farmacêutico





Senado homenageia Faculdade de Farmácia da USP e seu ex-reitor, Lineu Prestes

Plenário do Senado Federal durante sessão especial destinada a comemorar 120 anos da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade de São Paulo (USP) e homenagear o professor Lineu Prestes.  Requerente da sessão, senadora Marta Suplicy (MDB-SP), recebe diploma de homenagem das mãos da diretora da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade de São Paulo (USP), Primavera Borelli.  Foto: Geraldo Magela/Agência Senado

“Registrar o passado não é falar de si; é falar dos que participaram de uma certa ordem de interesse e de visão do mundo, no momento particular do tempo que se deseja evocar.” Com essa citação do sociólogo e professor Antônio Cândido, a diretora da Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF) da Universidade de São Paulo, Primavera Bonelli, registrou os 120 anos da instituição e o papel fundamental do ex-reitor da USP, Lineu Prestes, para a história daquela escola.

A FCF comemora 120 anos de fundação, sob o nome de Escola Livre de Farmácia de São Paulo, mas com origens remontando aos anos de 1800, quando começou uma trajetória reconhecida por sua contribuição à sociedade paulista e brasileira no ensino de ciência, saúde, tecnologia e inovação, salientou Primavera. Foi a terceira instituição de ensino superior de São Paulo, pioneirismo que permanece até os dias atuais, já que é uma das cinquenta melhores escolas de Farmácia do mundo, disse. Leia mais ›


Palavras-chave , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
Mercado farmacêutico





TJ não autoriza remédio à base de maconha para criança com síndrome rara

Os desembargadores da Segunda Câmara de Direito Público e Coletivo do Tribunal não autorizaram o fornecimento do medicamento Canabidiol 17,5%, fabricado a partir de uma substância  existente na folha da Cannabis Sativa, a planta da maconha, para uma criança sinopense acometida pela síndrome de West, condição rara que causa ataques epiléticos. Em 2016, a 6ª Vara Cível havia determinado ao Estado e ao município de Sinop que fornecessem o remédio para a menina. Agora, a sentença foi reformada.

Ao ingressar com a ação, a defesa explicou que a criança apresenta quadro severo de comprometimento cerebral por meningoencefalite pós-natal. Possui ainda “espasmos infantis graves em uso de várias medicações anticonvulsivante associados a comprometimento motor com retração de tendões em membros inferiores”. Conforme o relato, “os espasmos diários”, que ocorrem mais de dez vezes ao dia, “levaram a deterioração progressiva neurológica” associada a “crises parciais com frequência maior que cinco vezes ao dia, de duração de vários segundos”.

No entendimento dos desembargadores, o caso “versa sobre o fornecimento de medicamento não fabricado no Brasil, que teria que ser importado a alto custo e que, por ser novo no mercado, ainda não possui estudos conclusivos, quanto a sua eficácia no tratamento de crianças”. Eles ressaltaram ainda que o Sistema Único de Saúde (SUS) “conta com diversas opções para o tratamento da doença”. Leia mais ›


Palavras-chave , , , , , , , , , , , , , , , ,
Mercado farmacêutico





Anvisa proíbe venda de remédio para emagrecer, sem registro, vendido pela internet

Vendido pela internet como medicamento auxiliar na perda de peso, o Sibuterol teve fabricação e venda proibidas pelo fato de não ter nenhum registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A reguladora lembra que qualquer produto que diz ter ações terapêuticas é considerado medicamento e precisa de registro para ser fabricado e comercializado. Sem passar por esse processo, não há garantia de eficicácia e qualidade do produto, além de alto risco à saúde.

A Anvia determinou ainda a apreensão e a inutilização, em todo o território nacional, das unidades do produto disponíveis no mercado.

Divergências qualitativas e quantitativas de formulações e ausência de ingredientes, em desacordo com a fórmula do produto, o que pode afetar sua eficiência foi um dos motivos que levaram a Anvisa a decidir pela suspensão da distribuição, divulgação e comercialização de dez produtos cosméticos fabricados pela Biotec Cosméstivos. A fabricante será obrigada a recolher do mercado os produtos notificados. Leia mais ›


Palavras-chave , , ,
Mercado farmacêutico, ANVISA





Informações sobre o último trimestre do varejo farma

1. Desempenho do setor – A Federação Brasileira das Redes Associativistas de Farmácias (Febrafar) cresceu 19% no primeiro semestre de 2018, em comparação com o mesmo período no ano passado. O faturamento das lojas nos primeiros seis meses do ano foi de R$ 6,38 bilhões. Integram a entidade 57 redes que representam 9.593 farmácias distribuídas em 2.768 cidades no Brasil. “Oferecemos ferramentas de gestão diferenciadas que permitem maior controle das lojas e uma intensa troca de conhecimento, que é fundamental”, explica o presidente da Febrafar, Edison Tamascia.

Já a venda de medicamentos e não medicamentos da Associação Brasileira de Distribuição e Logística de Produtos Farmacêuticos (Abradilan) somou R$ 2.785 bilhões no primeiro semestre de 2018, o que representa crescimento de 8,3% sobre mesmo período de 2017, quando foram registrados praticamente R$ 2.572 bilhões. Em unidades, entre janeiro e junho de 2018, houve aumento de 3,3%, com 518,2 mil, em relação à temporada passada, que fechou com 501,5 mil. Os dados são da IQVIA, empresa que é fruto da fusão entre IMS Health e Quintiles.

Na distribuição de segmentos dos produtos na Abradilan em junho, os medicamentos genéricos e similares representaram 42,5% das vendas em valores. Em unidades, o índice chega a 44%. Ainda em junho, a pesquisa apontou que os associados da Abradilan atingiram 84% das cerca de 77 mil farmácias no Brasil em 2018. A entidade reúne 142 distribuidoras de medicamentos e produtos de higiene pessoal e cosméticos. Leia mais ›


Palavras-chave , ,
Mercado farmacêutico, Indústria farmacêutica, Marketing Farmacêutico





Seja bem-vindo(a) ao blog da M2Farma.

Neste espaço reunimos notícias sobre assuntos regulatórios e o varejo farmacêutico.

Nosso trabalho é facilitar a burocracia técnica, saiba mais.

Siga-nos:

📫 Receba por e-mail

Receba as últimas notícias sobre varejo farmacêutico, ANVISA, Farmácia Popular e Convênios PBM direto no seu e-mail:





Do NOT follow this link or you will be banned from the site!

📬 Receba as últimas notícias sobre o varejo farmacêutico, Farmácia Popular, ANVISA, convênios PBM e mais: