Arquivo do blog

Setor investe em medicamentos isentos de prescrição para ampliar faturamento

(Texto atualizado em 03/12/2015 às 10:08 am)

medicamentos mip otc sem prescricaoAs farmacêuticas estão ampliando os investimentos em linhas de medicamentos isentos de prescrição (MIP) para alavancar as vendas. Com crescimento constante nos últimos anos, o segmento vem ganhando relevância na estratégia das empresas do setor.

Leia mais ›


Palavras-chave , , ,
Mercado farmacêutico, Indústria farmacêutica





Indústrias farmacêuticas investem em produtos OTC

O mercado dos medicamentos que não exigem prescrição médica é o novo alvo de crescimento das farmacêuticas na América Latina, e o Brasil tem concentrado as estratégias destas empresas na região. Movimentando cerca de R$ 14 bilhões no país, as vendas do segmento dos remédios também conhecidos como MIPs (ou OTC, na sigla em inglês) nas farmácias cresceu 20% nos doze meses até fevereiro, segundo dados da consultoria especializada IMS Health. Dominado pelos antigripais, analgésicos, multivitamínicos, este mercado se consolida e tem se voltado para fusões e aquisições, com as companhias buscando formas de aproveitar seu potencial de crescimento.

“As farmacêuticas estão querendo ampliar sua presença em medicamentos isentos de prescrição, pois o segmento está em uma fase em que cresce o tamanho da ‘pizza’: não somente as empresas roubam espaço umas das outras, mas o setor avança como um todo”, afirmou Laís Gouveia Rosin, diretora da unidade de negócios MIPs da japonesa Takeda.

Leia mais ›


Palavras-chave , ,
Mercado farmacêutico, Indústria farmacêutica





Seja bem-vindo(a) ao blog da M2Farma.

Neste espaço reunimos notícias sobre assuntos regulatórios e o varejo farmacêutico.

Nosso trabalho é facilitar a burocracia técnica, saiba mais.

Siga-nos:

📫 Receba por e-mail

Receba as últimas notícias sobre varejo farmacêutico, ANVISA, Farmácia Popular e Convênios PBM direto no seu e-mail:





📬 Receba as últimas notícias sobre o varejo farmacêutico, Farmácia Popular, ANVISA, convênios PBM e mais: