Arquivo do blog

São Paulo é líder nacional do mercado farmacêutico

Segundo dados da Anvisa, Estado faturou R$ 53,3 bilhões em 2017

O estado de São Paulo é líder nacional do mercado farmacêutico. De acordo com dados da Agênca Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), em 2017 a indústria de medicamentos instalada no território paulista alcançou um faturamento de R$ 53,3 bilhões com a comercialização desses produtos. O valor correspondeu a 76,8% do total de vendas no mercado brasileiro, no mesmo ano.

O segundo lugar ficou com o Rio de Janeiro, estado onde a indústria farmacêutica faturou quase R$ 7,8 bilhões (11,2%). Na sequência, o destaque foi Goiás, ocupando o terceiro lugar, com faturamento de mais de R$ 3,1 bilhões (4,5%) em 2017. O Paraná ficou em quarto lugar, com vendas acima dos R$ 2,4 bilhões (3,5%).

Os dados são da terceira edição do Anuário Estatístico do Mercado Farmacêutico, produzido pela Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED), com base em informações de 2017. A publicação traça o perfil da indústria brasileira e traz dados detalhados sobre a quantidade de produtos farmacêuticos comercializados, faturamento, tipos de medicamentos mais vendidos, principais finalidades de uso dos produtos (tratamentos) e ranking das empresas produtoras, além de características regionais do mercado, entre outros tópicos.

Liderança em volume

Em número de embalagens, o estado de São Paulo também é líder no mercado farmacêutico. Em 2017, foram mais de 2,5 bilhões de caixas de medicamentos vendidas em todo o mercado nacional, ou 57,3% do total comercializado (4,4 bilhões). Nesse ranking, Goiás subiu para a segunda posição, com um total de 866 milhões de embalagens comercializadas, o que representou 19,5% do mercado brasileiro. O Paraná ficou em terceiro lugar, com a venda de 347,5 milhões de caixas de medicamentos (7,8%). O estado do Rio de Janeiro apareceu em quarto lugar (248,7 milhões de unidades ou 5,6% do total).

Distribuição geográfica

Ao todo, 14 estados brasileiros contam com parques industriais para a produção de medicamentos. Além de São Paulo, Rio de Janeiro, Goiás e Paraná, também entram na lista, além do Distrito Federal, os seguintes estados: Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Minas Gerais, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Um conjunto de 214 empresas instaladas nesses regiões e estados tiveram um faturamento global de R$ 69,5 bilhões em 2017, com a venda de mais de 4,4 bilhões de caixas de medicamentos no país. Como líder do mercado, São Paulo é o estado com maior concentração de empresas em seu território (119).

Fonte: Guia da Farmácia

Foto: Shuttertock

 


Palavras-chave , , , , , ,
Mercado farmacêutico





Drogaria SP realiza encontro com Dr. Drauzio Varella

(Texto atualizado em 29/06/2020 às 08:25 am)

Drogaria São Paulo realiza encontro com Drauzio VarellaCom o tema “O que a tireoide tem a ver com o seu peso”, a Drogaria São Paulo e o Dr. Drauzio Varella realizarão um encontro com o objetivo é explicar sintomas e principais alterações na glândula, além da importância de prestar atenção aos sinais que o corpo dá e cuidar da própria saúde.

O evento acontece dia 18 de fevereiro, às 19h30, em São Paulo, no Teatro Eva Herz (Avenida Paulista, 2.073). A entrada é gratuita e os interessados em participar devem retirar os ingressos 2h antes do início. A palestra será transmitida pelo Facebook das marcas.


Palavras-chave , , , , , ,
Mercado farmacêutico, Carreiras e oportunidades





 Anvisa revisa nota sobre troca de produtos biológicos

Medicamentos biossimilares - CRF-SP - Conselho Regional de Farmácia do Estado de São Paulo

No intuito de aprimorar a informação prestada à sociedade, a Anvisa revisou a Nota de Esclarecimento 003/2017/GPBIO/GGMED/ANVISA, publicada originalmente em junho de 2017. A nota revisada traz de forma mais clara o emprego de alguns conceitos referentes à intercambialidade e à substituição entre medicamentos biossimilares e produtos comparadores, além de explicar melhor quais outros aspectos adicionais precisam ser considerados em um cenário em que a troca ou substituição de um produto por outro é vislumbrada.

É importante frisar que não houve alteração do posicionamento central da Anvisa, permanecendo a visão de que a avaliação médica e a adequada atenção farmacêutica são imprescindíveis no caso de trocas de produtos biossimilares e seus comparadores, assim como o adequado monitoramento pós-mercado dos pacientes desses produtos. A nota atualizada já foi inserida no portal da Anvisa, em substituição à anterior.

 

Produtos biossimilares 

São produtos biológicos registrados pela via de desenvolvimento por comparabilidade com um produto biológico comparador. Porém, ao contrário do que ocorre com os medicamentos sintéticos, onde o genérico substitui automaticamente o medicamento de referência, a substituição do medicamento comparador pelo biossimilar pode não ser possível em todas as situações. Isso significa que a troca de um medicamento biológico com o mesmo princípio ativo precisa ser avaliada no contexto do paciente, devido a questões específicas desses medicamentos.

A legislação utilizada para o registro de biossimilares no Brasil é a Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) 55, de 16 de dezembro de 2010. Entre outros requisitos, devem ser apresentados estudos comparativos entre o biossimilar e o produto biológico comparador, contendo informações suficientes para predizer se as diferenças detectadas nos atributos de qualidade entre os produtos resultam em impactos adversos na segurança e na eficácia do biossimilar.

Fonte: Anvisa


Palavras-chave , , , , , , , , , , , , , ,
Mercado farmacêutico





O Hospital São Paulo foi certificado como Acreditado Pleno!

(Texto atualizado em 16/08/2019 às 12:27 pm)

Em 2000, o hospital deu inicio a uma fase de grandes mudanças, quando um grupo de quatro médicos assumiu a direção. Formado por Dr. Omar Féres, Dr. José Joaquim Ribeiro da Rocha, Dr. Paulo Antoniazzi e Dr. Valcyr Sant´anna. Com o empenho desses diretores, grandes investimentos em tecnologia foram feitos, juntamente com mudanças em sua estrutura e atendimento que transformaram o Hospital São Paulo em referência na saúde para Ribeirão Preto e região.

Hoje o Hospital São Paulo é auto-suficiente, completo e oferece uma enorme gama de serviços. Com uma administração voltada para a modernização, busca excelência em atendimento ao paciente, investindo em novas tecnologias, equipe médica qualificada e com vasta experiência, garantindo a qualidade e alto padrão de seus serviços.

Descubra os pontos de destaque da instituição:

  • Envolvimento da alta direção no processo de acreditação e gestão da qualidade.
  • Comprometimento da equipe com os processos de qualidade e segurança do paciente.
  • Implantação de barreiras no sistema informatizado durante as prescrições e evoluções da equipe multidisciplinar.
  • Monitoramento e cumprimento das ações definidas no planejamento estratégico.
  • Capacidade de estabelecer parcerias com outras instituições.
  • Instalações e processos do serviço de oxigenioterapia hiperbárica.
  • Infraestrutura e ambiência para realização do parto humanizado.

Fonte: Hspaulo


Palavras-chave , , , , , , ,
Marketing Farmacêutico





Seja bem-vindo(a) ao blog da M2Farma.

Neste espaço reunimos notícias sobre assuntos regulatórios e o varejo farmacêutico.

Nosso trabalho é facilitar a burocracia técnica, saiba mais.

Siga-nos:

📫 Receba por e-mail

Receba as últimas notícias sobre varejo farmacêutico, ANVISA, Farmácia Popular e Convênios PBM direto no seu e-mail:





Do NOT follow this link or you will be banned from the site!

📬 Receba as últimas notícias sobre o varejo farmacêutico, Farmácia Popular, ANVISA, convênios PBM e mais: