Notícias do varejo farmacêutico brasileiro

Posts Tagged aumento das vendas em farmacia

Venda de medicamentos sobe 6,38%, diz associação

A venda de medicamentos em unidades no Brasil cresceu 6,38% no mês de julho na comparação com igual período do ano passado, segundo dados do IMS Health divulgados pela Associação Brasileira de Distribuição e Logística de Produtos Farmacêuticos (Abradilan). No mês, foram comercializadas 274.898.803 unidades. Na comparação com junho deste ano, a alta foi de 9,2%.

Os medicamentos genéricos tiveram um crescimento de vendas mais acelerado. Em julho, foram 77.787.896 unidades, alta de 11,8% na comparação anual. Já na comparação com junho, a expansão foi de 11,46%.

A Abradilan calcula que seus associados são responsáveis pela distribuição de 19% das unidades de medicamentos vendidos em todo o País. Eles atendem 79% das 72,7 mil farmácias e drogarias do Brasil.

Fonte: Diário de Pernambuco

Postado em: Varejo farmacêutico, Oportunidades de mercado

Deixe um comentário (0) →

Drogarias registram lucro líquido de R$ 520 milhões em 2013

As principais redes de farmácias do País, entre elas as drogarias São Paulo, Pacheco, Pague Menos e Onofre, apresentaram lucro líquido de R$ 520,5 milhões no ano passado, como informou a Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma).

Segundo a instituição, o resultado corresponde a uma margem de 1,81% sobre as vendas líquidas da categoria e supera em 26,3% o desempenho do setor em 2013. Os números são resultados de uma pesquisa feita pela Abrafarma em parceria a Fundação Instituto de Administração (FIA- USP). De acordo com o levantamento, as vendas líquidas atingiram a marca de R$ 27,8 bilhões no ano passado, o que corresponde a incremento de 15,3%, ante o mesmo período de 2012.

“Estes indicadores refletem a consolidação do varejo farmacêutico, que apresenta crescimento de dois dígitos há vários anos. Mesmo diante do cenário atual da economia brasileira, nossa previsão é fechar 2014 com crescimento em torno de 14%”, contou o presidente executivo da Abrafarma, Sérgio Mena Barreto.

Tributação

Os impostos e contribuições incidentes do setor superaram os R$ 887,8 milhões, um aumento de 3,09% na relação com as vendas líquidas. “O índice foi um dos fatores que mais condicionou a alta de 37,3% no custo da mercadoria vendida”, disse Barreto.

No período os custos com mercadorias somaram mais de R$ 20 bilhões, cerca de 70% do total das vendas. Já os gastos com mão de obra ficou em R$ 3,7 bilhões ou 13,13% do total das vendas.

Ainda de acordo com a instituição, o resultado operacional do setor foi de R$ 892 milhões, um incremento de 3,11%, na comparação com 2013. “A despeito do ônus gerado pela carga tributária em torno de 36% e pelos custos operacionais, mantivemos o investimento em expansão e mão de obra.”

Fonte: DCI

Postado em: Varejo farmacêutico, Oportunidades de mercado

Deixe um comentário (0) →
M2Farma - Soluções para Farmácias