Anvisa cobra indústria sobre resíduos de agroquímicos em medicamentos fitoterápicos

Fabricantes têm menos de três meses para entregar análise sobre resíduos de defensivos agrícolas em medicamentos que usam alimentos e plantas medicinais como matéria-prima

Leia mais ›


Palavras-chave , ,
Indústria farmacêutica, ANVISA



O farmacêutico só pode comunicar três afastamentos por ano? Falso

É verdadeiro ou falso que o farmacêutico só pode comunicar três afastamentos por ano? Falso.

De acordo com o Código de Ética Farmacêutica, não há limite para o número de comunicados de afastamento emitidos pelo farmacêutico. O que acontece é que um pequeno percentual de estabelecimentos utiliza a ferramenta de comunicado de afastamento de modo incorreto, como um subterfúgio negligenciando a assistência farmacêutica durante o seu horário de funcionamento, já que não contam com farmacêutico substituto para prover a assistência integral. Leia mais ›


Palavras-chave , ,
Legislação e regulamentações



OMS atualiza lista de medicamentos essenciais e dá novas recomendações sobre antibióticos

A Organização Mundial da Saúde (OMS) atualizou suas recomendações sobre quais antibióticos devem ser usados para infecções comuns e quais devem ser utilizados apenas em situações mais graves.

As mudanças apoiam o Plano de Ação Global da OMS sobre a resistência antimicrobiana, que visa a combater o desenvolvimento da resistência a medicamentos, garantindo o melhor uso de antibióticos.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) atualizou suas recomendações sobre quais antibióticos devem ser usados para infecções comuns e quais devem ser utilizados apenas em situações mais graves. A atualização faz parte da “Lista Modelo de Medicamentos Essenciais” da OMS para 2017, que também adiciona medicamentos para HIV, hepatite C, tuberculose e leucemia. Leia mais ›


Palavras-chave , ,
Mercado farmacêutico



Lista de antibióticos atualizada 2017

Os antibióticos ocupam um nível elevado de importância na saúde da população. Hoje o Brasil apresenta uma evolução considerável da qualidade e quantidade de antibióticos disponibilizados. Tal desenvolvimento deve-se ao desenvolvimento da industria e tecnologias, assim como da evolução da administração por parte da Anvisa sobre o assunto, tomando decisões em prol do avanço geral e incentivo à indústria farmacêutica. O controle regido pelo órgão sob a dispensação garante além da segurança, uma maior eficácia do uso desses 128 medicamentos que constam na lista oficial de antibióticos controlados.

 

Por outro lado, o vasto e excessivo consumo de antibióticos ou antimicrobianos pode acarretar em seleção de cepas de bactérias que se tornam resistentes, com o medicamento perdendo sua eficácia. Leia mais ›


Palavras-chave , , ,
Legislação e regulamentações, ANVISA



Medicamentos fitoterápicos devem passar por teste da Anvisa

Agência quer comprovar que produtos não contêm agrotóxicos

Os fabricantes de medicamentos fitoterápicos têm até 1º de janeiro de 2018 para apresentar à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) laudos que comprovem que seus produtos não contêm as substâncias ocratoxinas, fumonisinas e tricotecenos. Leia mais ›


Palavras-chave , ,
Indústria farmacêutica, Legislação e regulamentações, ANVISA



Informática: Drogaria Araujo migra para G Suite

A Drogaria Araujo contratou a Qi Network, integradora Google Cloud, para um projeto de migração para o pacote G Suite.

Com mais de 7 mil funcionários e 160 lojas, a rede mineira de farmácias adotou cerca de 1,6 mil licenças do G Suite, conjunto de aplicações de colaboração, comunicação, segurança e mobilidade. Leia mais ›


Palavras-chave , ,
Mercado farmacêutico



10 INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS MAIS FREQUENTES

As interações medicamentosas podem ser consideradas erros evitáveis? Sim e não! Sim, porque o farmacêutico (e o médico) deveria ter conhecimento das reações causadas pela combinação de medicamentos, alimentos, fitoterápicos etc. Não, porque na era da polifarmácia é comum que pacientes com doenças crônicas e que estejam usando até uma dezena de medicamentos diferentes não relatem o fato ao profissional de saúde, já que recebem receitas de prescritores de diferentes especialidades. Leia mais ›


Palavras-chave ,
Mercado farmacêutico, Indústria farmacêutica



Programa Aqui Tem Farmácia Popular – entenda os impasses relacionados à continuidade

Mais uma vez estão circulando informações sobre o provável fim do Programa Aqui Tem Farmácia Popular, principalmente após o fechamento das sedes próprias do Programa Farmácia Popular em todo o país. Contudo, as notícias não condizem totalmente com a realidade.

Primeiramente é necessário entender que, além do fechamento das sedes próprias, outro fato que alimentou essas informações é que recentemente o Ministério da Saúde iniciou uma rodada de negociações com a indústria farmacêutica e o setor de drogarias em função da busca de reajustes de valores – Leia notícia completa aqui.

“Nesse debate temos de um lado o Governo, que quer diminuir os custos, e de outro o mercado, que enfrenta dificuldades pelas baixas margens que já obtêm. A necessidade de equalizar as contas parte de um complexo cálculo, no qual devem consideradas uma grande variedade de produtos e marcas vendidos no programa e as dificuldades relacionadas com a realidade tributária brasileira, o que faz com que grande parte dos ganhos sejam corroídos. Leia mais ›


Palavras-chave , ,
Farmácia Popular



Ministério da Saúde busca ampliar oferta do ‘Farmácia Popular’

Pesquisa aponta que os valores de venda para a pasta estão 30% acima do praticado pelo mercado

O Ministério da Saúde iniciou uma rodada de negociações com a indústria farmacêutica e o setor de drogarias para ampliar o acesso aos medicamentos do ‘Farmácia Popular’. A pasta observou que, em média, os valores pagos pelos produtos de asma, hipertensão e diabetes estão 30% acima dos praticados pelo mercado. Leia mais ›


Palavras-chave , ,
Indústria farmacêutica, Farmácia Popular



Procuração para o Farmácia Popular: modelo atualizado 2017

Para retirar medicamentos pelo programa Farmácia Popular é obrigatório apresentação da receita médica junto com a documentação obrigatória comprovando a identidade do paciente. 

Existem casos em que o paciente apresenta impossibilidade de comparecer fisicamente na farmácia ou drogaria. Isso ocorre por vários motivos, desde um paciente com mobilidade reduzida, um idoso, um lar de idosos, um paciente em situação de internação, entre outros.

Disponibilizamos abaixo um modelo em PDF de procuração do Farmácia Popular, mais recente e atualizado para 2017: Leia mais ›


Palavras-chave , ,
Farmácia Popular



Será o fim? O Farmácia Popular vai acabar?

fim do farmacia popularO Ministério da Saúde aprovou recentemente o corte dos recursos para manter as unidades próprias do Farmácia Popular. A verba será transferida para custear a compra de medicamentos.

Leia a notícia completa sobre os cortes

Em reunião com representantes do Ministério da Saúde e secretários estaduais e municipais da área, ficou decidido que as farmácias populares mantidas pelo governo não mais receberão verbas a partir de maio. Caso os municípios optem pela manutenção das unidades, deverão arcar com os custos eles mesmos, o que aponta para o fechamento da maioria. Leia mais ›


Palavras-chave , , ,
Mercado farmacêutico, Farmácia Popular



Remédio fica mais barato para trabalhador atendido por PBM

A compra de medicamentos tem se mantido como o item que mais pesa no bolso do trabalhador entre os gastos com saúde. E uma boa parcela dos pacientes, por falta de recursos financeiros para a compra de remédios, continua trabalhando sem o devido tratamento. Esta situação, além de agravar o estado de saúde do trabalhador, afeta sua produtividade e seu bem-estar de modo geral.

“Pacientes, em sua grande maioria, têm a expectativa de sair da consulta com um diagnóstico assertivo e uma prescrição precisa, efetiva e clara. Por outro ângulo, o custo do tratamento medicamentoso é uma preocupação adicional, sempre presente” afirma Dr. Ricardo De Marchi, médico, consultor e especialista em Saúde Corporativa.

Leia mais ›


Palavras-chave , ,
Mercado farmacêutico, Marketing Farmacêutico



Endereço dos sites Portal Produção e Homologação

Reunimos neste post o endereço dos sites do programa Aqui Tem Farmácia Popular, que são utilizados para realizar as vendas teste iniciais, e também para consultar vendas e realizar estorno de vendas pelo programa, para um determinado CNPJ.

Confira os sites de Homologação e Produção do Farmácia Popular: Leia mais ›


Palavras-chave , ,
Farmácia Popular



Cadastrar cartão de descontos de laboratórios e indústria farmacêutica

cartao-de-desconto-medicamentos-laboratorio-industria-cadastrarOs cartões de desconto em medicamentos oferecidos pelos laboratórios e indústria farmacêutica, também conhecidos como convênios PBM – abreviatura de “PHARMACY BENEFIT MANAGEMENT”, traduzido como Programas de Benefício em Medicamentos – são acordos entre a indústria, distribuidores e farmácias, visando oferecer descontos especiais em diversos medicamentos para pacientes.

O processo de cadastro para fazer parte do convênio de desconto envolve o contato junto às indústrias, às empresas de PBM e laboratórios, e normalmente é burocrático e trabalhoso.

Cadastre sua farmácia nos convênios sem maiores preocupações. Entregamos tudo pronto para você vender.

A M2Farma trabalha com consultoria no cadastro a esses programas de cartão de desconto, facilitando a burocracia dos trâmites. Leia mais ›


Palavras-chave , ,
Mercado farmacêutico



Perda do prazo de renovação do Farmácia Popular 2017

perdi-a-renovacao-farmacia-popular-vendas-bloqueadas-2014

Chegou ao fim o prazo da renovação do cadastro no Farmácia Popular para o ano de 2017, que foi prorrogado até o dia 31/07/17  vencendo nesta segunda-feira. O procedimento estava liberado desde o início de maio deste ano, com aproximadamente 90 dias para ser realizado.

As Farmácias e Drogarias que não concluíram o trâmite da renovação dos dados de seu credenciamento e do RTA junto à CAIXA, terão suas vendas bloqueadas a partir de hoje, 31 de julho de 2017, conforme informado previamente em comunicado oficial do Ministério da Saúde. O SIFAP indicará o status “ESTABELECIMENTO INATIVO”, indicando o bloqueio das vendas do mesmo.

Se esse é o caso de sua empresa e a farmácia perdeu o prazo para renovar o Farmácia Popular, nós podemos ajudar:

A M2Farma é especialista em credenciamento e regularização de cadastros no programa Aqui Tem Farmácia Popular, e conhecemos os procedimentos para garantir que suas vendas não sejam bloqueadas e que o cadastro seja renovado mesmo fora do prazo. Leia mais ›


Palavras-chave , ,
Legislação e regulamentações, Farmácia Popular



Modelo de farmácias populares vem conquistando espaço em todo país

A aposta em um modelo de farmácias atrativas, com aparências chamativas, instalações práticas e preços competitivos, fez com que as lojas das redes populares ligadas a Farmarcas conquistassem um expressivo crescimento no mercado.

Somando todas as lojas dessas redes populares – Ultra Popular, Super Popular e Maxi Popular – se obtém um índice de crescimento orgânico no faturamento de 83,44%, chegando ao montante de R$683.314.990,00, em 2015 o faturamento foi de R$372.500.855,00. Esses números resultam da soma do crescimento no número das lojas e do aumento do faturamento individuais. Leia mais ›


Palavras-chave , , ,
Mercado farmacêutico



Prazo para comprovar porte econômico

Atenção: as empresas classificadas como Grande (Grupo II), Média (Grupo III) e Média (Grupo IV) deverão encaminhar documentação comprobatória à Anvisa até dia 31 de julho, sob risco de cobrança de taxas desproporcionais.

O prazo para que as médias e grandes empresas comprovem seu porte econômico e faturamento, para o exercício de 2017, é até o dia 31 de julho. O prazo é estabelecido pela Instrução Normativa (IN) da Receita Federal nº 1.422/2013.

As empresas classificadas nos enquadramentos Grande (Grupo II), Média (Grupo III) e Média (Grupo IV) têm até o final do mês para informar à Anvisa sua Escrituração Contábil Fiscal (ECF) completa (com Relatório de Impressão de Pastas e Fichas) referente ao período de 01 de janeiro a 31 de dezembro de 2016, juntamente com o recibo de entrega.

Leia mais ›


Palavras-chave , , , ,
ANVISA



Lei nº 6.437: Legislação brasileira sobre infrações sanitárias

Um estabelecimento que não cumpre as normas sanitárias está infringindo a legislação sanitária federal.  Ela configura tais infrações, estabelece as punições e define inúmeros detalhes relacionados à segurança sanitária no Brasil.

Você pode conferir na íntegra a Lei nº 6.437 existente desde 20 de Agosto de 1977, que regulamenta infrações sanitárias no território brasileiro, abaixo:

 

LEI Nº 6.437, DE 20 DE AGOSTO DE 1977.

Configura infrações à legislação sanitária federal, estabelece as sanções respectivas, e dá outras providências.

  O PRESIDENTE DA REPÚBLICA , faço saber que o CONGRESSO NACIONAL decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

TÍTULO I

DAS INFRAÇÕES E PENALIDADES

        Art . 1º – As infrações à legislação sanitária federal, ressalvadas as previstas expressamente em normas especiais, são as configuradas na presente Lei.

        Art . 2º – Sem prejuízo das sanções de natureza civil ou penal cabíveis, as infrações sanitárias serão punidas, alternativa ou cumulativamente, com as penalidades de:

Leia mais ›


Palavras-chave , , ,
Legislação e regulamentações



Licença para venda de medicamentos controlados e retinoides

Todas as farmácias de manipulação e distribuidoras que desejam trabalhar – vender ou manipular – medicamentos controlados ou substâncias sujeitas a controle especial, precisam da licença ou Autorização Especial, também conhecida pela sigla AE, emitida pela ANVISA, conforme definido no artigo 2º da Portaria SVS/MS n° 344/1998.

No caso específico das drogarias, não é necessário a emissão da AE, porém para a drogaria estar estar apta e receber a liberação, deve atender as exigências da Vigilância Sanitária para comercializar os medicamentos controlados, também chamados de psicotrópicos ou tarja preta. Entre os requisitos, é necessário ambiente próprio para armazenamento dos produtos, e cadastro e registro da compra e venda de cada unidade de produto controlado, junto ao SNGPC, sigla para Sistema Nacional de Gerenciamento de Produtos Controlados. Leia mais ›


Palavras-chave , , , , ,
Legislação e regulamentações



Donos de farmácias ameaçam fechamento e demissões caso lei do piso seja aprovada

O Sindicato do Comércio Varejista de Produtos Farmacêuticos de Mato Grosso do Sul (Sinprofar/MS) se posicionou contra projeto que trata da fixação do piso salarial dos farmacêuticos no Estado em R$ 3.748,00. Para a entidade, a medida deve provocar desemprego e fechamento de farmácias. O texto tramita na Assembleia Legislativa.

De acordo com o presidente do Sinprofar/MS, Roberto Martins Rosa, caso o projeto se transforme em lei, “haverá prejuízos, como desemprego e fechamento de farmácias. No interior será pior ainda”, prevê. O mandatário alega ainda a crise econômica derrubou as vendas em até 30% e o salário dos funcionários compromete aproximadamente 10% do faturamento das empresas. “Isso sem contar os encargos”, completa. Leia mais ›


Palavras-chave , ,
Legislação e regulamentações, Carreiras e oportunidades



0
Conectando
Por favor, aguarde...
Como podemos ajudar?

Envie uma mensagem com sua dúvida, logo retornaremos para você:

* Nome
* E-mail
Telefone
* Mensagem
Atendimento on-line

Como podemos ajudar?

Estamos on-line, fique à vontade para iniciar uma conversa com a M2Farma.

* Nome
* Email
Telefone
* Mensagem
Atendimento on-line
Feedback

Help us help you better! Feel free to leave us any additional feedback.

How do you rate our support?

📬 Receba as últimas notícias sobre o varejo farmacêutico, Farmácia Popular, ANVISA, convênios PBM e mais: