Menos atraso em concessão de patentes no INPI para 2018

Um programa de procedimento simplificado de concessão de patentes, para reduzir substancialmente o “backlog” de 230 mil pedidos, poderá ser implementado a partir do ano que vem (2018), afirmou em Genebra o presidente do Instituto Nacional de Propriedade Industrial (Inpi), Luiz Otávio Pimentel.

Segundo ele, o mecanismo depende da conclusão de estudo da Casa Civil da Presidência da República. Mas também será necessário resolver um problema prévio, que é a digitalização do enorme estoque de pedidos de patentes no país que, segundo ele, já foi iniciado.

“0 número de novos pedidos de patente por ano é de 30 mil e a nossa capacidade de exame está próximo disso, portanto temos capacidade de atender à demanda corrente, mas não de atender ao backlog”, afirmou. “Com um reconhecimento mais automatizado, dá para passar a limpo o estoque que se formou ao longo de muitos anos e muitos governos”, disse Pimentel.

Leia mais ›


Palavras-chave , ,
Mercado farmacêutico



Multas e penalidades no Farmácia Popular

O Farmácia Popular nada mais é do que um modelo de parceria público privada (PPP): acordos entre os setores público e privado para a realização conjunta de determinado serviço ou obra de interesse da população. Um sistema de dispensação de medicamentos com efetivo alcance em todo território nacional, embora seja de responsabilidade do Estado, exigiria um investimento alto demais para ser realizado exclusivamente pelo poder público, sendo inviável.

No programa Aqui Tem Farmácia Popular, uma empresa – farmácia ou drogaria privada – presta serviços à população e recebe o pagamento do Estado por tal, ou seja, atua com verba advinda de cofres públicos. O Estado por sua vez, criou meios para monitorar se os repasses à farmácia realmente condizem com o serviço prestado e produtos dispensados, com objetivo de controlar a qualidade do programa, evitar fraudes e manter a parceria viável para os envolvidos.

A ferramenta usada para monitorar as vendas e movimentações do Farmácia Popular, acusar e julgar evidências de atitudes fraudulentas são as auditorias, que ocorrem com cada vez mais frequência. Leia mais ›


Palavras-chave , ,
Farmácia Popular



Renovar cadastro no Farmácia Popular em 2018

Para manter o Farmácia Popular funcionando normalmente, as empresas credenciadas precisam renovar seus cadastros, para que comprovem estar em dia com a documentação obrigatória (ANVISA, CND, CRF, Alvarás Sanitários). Após apresentar os documentos, a agência da CAIXA faz a renovação do RTA (Requerimento e Termo de Adesão) para o novo ano de exercício

O período de renovação costuma acontecer sempre no início de cada ano, em 2017 aconteceu entre os dias 2 de maio e 31 de julho. Para 2018, a data ainda não foi divulgada. Leia mais ›


Palavras-chave , , , ,
Farmácia Popular



Projeto de Lei 372/2017 na íntegra

No setor farmacêutico, muito se fala do projeto de lei que pretende dispensar a presença obrigatória de farmacêutico em farmácias constituídas como Microempreendedor Individual (MEI) e Microempresas.

O assunto é bastante polêmico e levanta muita discussão entre os empresários do varejo farma e os profissionais farmacêuticos e entidades relacionadas as ambas as classes.

Confira a seguir o texto integral que tramita no Senado Federal:  Leia mais ›


Palavras-chave , ,
Legislação e regulamentações



Lista de medicamentos controlados atualizada 2018

Por se tratarem de medicamentos que podem causar dependência química ou psíquica e que podem trazer graves danos à saúde caso mal utilizados, a ANVISA exige o controle rígido para a venda/dispensação de medicamentos psicotrópicos, anabolizantes, abortivos e algumas outras substâncias relacionadas.

Categorias de medicamentos controlados

A lista com todos as substâncias controladas (sujeitas a controle especial e retenção de receita médica) é atualizada com frequência, com novos itens sendo adicionados ou removidos, e faz parte da Portaria 344 de 1998, como um anexo. A relação dos produtos controlados é dividida em categorias, que são:

  • A1” e “A2” – Substâncias entorpecentes.
  • A3“, “B1” e “B2” – Substâncias psicotrópicas.
  • C3” – Substâncias imunossupressoras.
  • C1“, “C2“, “C4” e “C5” – outras substâncias sujeitas a controle especial, retinóicas, anti-retrovirais e anabolizantes, respectivamente.

Leia mais ›


Palavras-chave , , , , ,
Legislação e regulamentações, ANVISA



Falha na emissão da GRU no peticionamento de AFE

Entre as inúmeras falhas e erros que acometem os sistemas da ANVISA, principalmente o de peticionamento de AFE (Autorização de Funcionamento de Empresa), é comum a falha no momento da impressão das guias (boletos) de pagamento das taxas.

A seguinte mensagem surge em uma janela ao fim do processo, apontando o problema: Leia mais ›


Palavras-chave , , , ,
ANVISA



Novo golpe: boleto para recadastramento 2018 no Farmácia Popular

Prezados clientes e leitores,

Um novo golpe relacionado ao programa Aqui Tem Farmácia Popular vem sendo aplicado em inúmeras farmácias e drogarias por todo o Brasil.

Trata-se de um boleto no valor de R$ 532,00 que vem sendo enviado em nome da farmácia, para o endereço da empresa, referente à taxa de anual de recadastramento para o ano de 2018.

 

Imagem do boleto em questão. Clique para ampliar.

Tivemos acesso à um desses boletos, enviado para farmácias da cidade de Tanabi-SP, que aponta como cedente “Gerencianet Pagamentos – FARMÁCIA POPULAR”, com vencimento para dia 27/12/2017. Confira acima a foto de um desses boletos, com detalhes da farmácia borrados por questões de privacidade.

Ainda, como sacador, é possível identificar o nome SÃO PAULO SITE LTDA – ME – CNPJ 03.594.206/0001-85 e o remetente:

FARMÁCIA POPULAR
contato@guiasaopaulosite.com.br
CNPJ 03.594.206/0001-85
Rua Jorge Rudge, 120/BL.B 104, Vila Isabel, Rio de Janeiro, CEP 20550-220

Após checar junto à CAIXA ECONÔMICA FEDERAL, responsável por parte dos trâmites do programa Farmácia Popular, foi confirmado que trata-se de um boleto sem nenhuma relação com o programa, que realmente não cobra nenhuma taxa de participação ou recadastramento.

Alertamos à todos para que caso recebam algum tipo de cobrança semelhante, não realizem o pagamento pois trata-se de mais um golpe em nome do Farmácia Popular!

Farmácia Popular



RDC 148 de 28 de março de 2017

Transcrevemos a seguir a resolução (RDC) de número 148, publicada em 28 de março de 2017 pela ANVISA, alterando prazo para recursos administrativos junto ao órgão, para 30 dias. Importante pois alterou o prazo para solicitar a reconsideração de AFE indeferida, comum em petições de Farmácias e Drogarias.

 

(Retificada no DOU nº 62, de 30 de março de 2017)

Altera a Resolução da Diretoria Colegiada – RDC nº 25, de 04 de abril de 2008, que dispõe sobre o procedimento de recurso administrativo no âmbito da Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

Leia mais ›


Palavras-chave ,
Mercado farmacêutico



Os melhores sistemas para farmácia ou drogaria

A função principal do sistema em uma farmácia ou drogaria é registrar as vendas, controlar o que foi vendido e arrecadado o fluxo de caixa e também de estoque. Sabemos que administrar uma farmácia vai muito além disso. Para atender um público cada vez mais exigente os processos aumentaram.

Os sistemas de gestão também evoluíram, oferecendo um detalhismo maior de controle da empresa em geral, funcionando como um espelho que registra tudo que acontece. Controle traz maior assertividade na tomada de decisões. O mercado oferece muitas opções de sistemas e a escolha entre as diferentes alternativas deve ser realizada levando-se em considerações aspectos importantes: Leia mais ›


Palavras-chave , , ,
Marketing Farmacêutico



Emagrecedores voltam ao mercado com boca a boca e insegurança jurídica

Um mês e meio após a sanção da lei que libera a produção, a venda e o uso de quatro inibidores de apetite, quem está atrás dessas drogas precisa recorrer a dicas para encontrá-las e estar disposto a pagar um valor até sete vezes maior do que era pago em 2011, antes de elas serem proibidas pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) por falta de comprovação de eficácia. Leia mais ›


Palavras-chave , ,
Legislação e regulamentações



Cresce pressão por advertências em alimentos como ocorreu com cigarro

Contra o avanço da obesidade no país, cresce a mobilização de entidades e do governo para que sejam aplicadas em alimentos industrializados medidas semelhantes às que hoje valem para o cigarro.

A ideia, assim, é criar advertências mais visíveis na embalagem sobre o alto teor de ingredientes “nocivos”, aumentar a tributação e restringir a oferta e publicidade –sobretudo para crianças. Leia mais ›


Palavras-chave , ,
Legislação e regulamentações, ANVISA



Os imprevistos efeitos indesejáveis dos cosméticos

Os cosméticos são usados para melhorar a aparência das pessoas. Um batom para os lábios, o sabão espumante para a barba ou um perfume para todos.

Um inconveniente, lamentavelmente, pode surgir por causa de um dos componentes desses produtos, como no caso dos desodorantes, e afetar a saúde do consumidor.

Nos Estados Unidos, no ano passado, em comparação a 2015, houve um aumento de 300% das ocorrências relacionadas a alergias provocadas por um ou vários componentes dos cosméticos. Leia mais ›


Palavras-chave , ,
ANVISA



O STF e o poder das agências

As agências reguladoras brasileiras, criadas no bojo das reformas liberalizantes dos anos 1990 e 2000, encontram-se numa encruzilhada e seu destino está, em boa medida, nas mãos do Supremo Tribunal Federal.

Nesta quinta (17) a corte deverá julgar a ADI (Ação Direta de Inconstitucionalidade) 4.874, cuja decisão será essencial no lento e hesitante processo de construção institucional da regulação econômica no país. Leia mais ›


Palavras-chave , ,
Legislação e regulamentações



Legalidade regulatória

A instituição de agências reguladoras no Brasil, iniciada há cerca de duas décadas, simbolizou o esforço pela superação de um modelo autocrático de gestão da economia, baseado na estrutura piramidal do Poder Executivo e na vontade discricionária dos dirigentes políticos.

Idealmente, buscava-se a criação de centros de poder orientados pela racionalidade técnica e pelo respeito a parâmetros democráticos de transparência, participação social na formulação de políticas públicas e segurança jurídica.

Embora esses objetivos continuem válidos, parece ser consenso que a prática das agências, no mundo real, distanciou-se, em alguma medida, do projeto ideal. Leia mais ›


Palavras-chave ,
Legislação e regulamentações



Farmácias planejam entrar em saúde suplementar com vacinas e testes

Demora da ANVISA para regulamentar a atividade é o maior entrave para expansão do modelo.

As redes de farmácia, neste ano, ampliaram em 41% sua estrutura para atendimento clínico, como testes rápidos e vacinação, segundo a Abrafarma, que reúne empresas como DPSP e Raia.

O objetivo do setor é entrar na cadeia de atendimento à saúde com o acompanhamento de pacientes, afirma o presidente da associação, Sergio Mena Barreto. Leia mais ›


Palavras-chave , ,
Legislação e regulamentações, Marketing Farmacêutico



Pais arrecadam R$ 3,6 milhões para tratar criança com doença rara

Com os pais por perto, Jonatas Opnkoski abre os olhos e tenta falar as primeiras palavras. Vítima de uma doença genética, essas são as ações que ele consegue fazer. O bebê de um ano não consegue engatinhar e nem mesmo respira por conta própria.

Jonatas é portador da AME (atrofia muscular espinal), doença rara que causa degeneração de neurônios na medula espinal, o que leva à diminuição da força muscular e à paralisia progressiva, afetando principalmente os músculos respiratórios. Leia mais ›


Palavras-chave , ,
Indústria farmacêutica



Vacina da zika só estará disponível em dois anos, afirma ministro da Saúde

Ana Hávilla Lima Farias, 1, que nasceu com microcefalia, faz fisioterapia no Hospital Municipal Dom Pedro I, em Campina Grande

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, disse nesta terça (26), em Washington, que a vacina para a zika só deve estar disponível para a população no fim de 2019. O tema foi tratado durante o encontro que o ministro brasileiro teve com o secretário de Saúde dos EUA, Tom Price, na segunda (25), na capital americana. Leia mais ›


Palavras-chave , ,
Indústria farmacêutica



Lista de genéricos atualizada 2018

Os medicamentos genéricos possuem os mesmos princípios ativos, mesma forma farmacêutica, mesma dosagem e claro, as mesmas indicações de uso do medicamento original – de referência – que foi inicialmente desenvolvido. São medicamentos que podem ser intercambiáveis em relação ao medicamento de referência, ou seja, uma receita com a prescrição de um medicamento de referência pode ser trocada pelo produto genérico.

 

Lista completa e atualizada

A pesquisa por todos os itens genéricos disponíveis pode se tornar confusa e para facilitar essa consulta, disponibilizamos neste post a lista completa de medicamentos genéricos atualizada para o ano de 2018 em PDF, oficial conforme regulamentado pela ANVISA.

Acesse as listas em PDF abaixo: Leia mais ›


Palavras-chave , , , , , ,
ANVISA



São Pedro de La Paz, na Bolívia, economiza quase $100 mi com Farmácia Popular

Em quase um ano e meio de operação, a Farmácia Popular Llacolén, que administra o município de San Pedro de la Paz na Bolívia, permitiu aos residentes economizar 98 milhões 818 mil 242 pesos. Um programa semelhante ao “Aqui tem Farmácia Popular” do Brasil foi implantado e já possui retorno positivo.

Roberto Aguayo, diretor de saúde municipal, explicou que o valor foi obtido de acordo com as vendas totais, que são de $ 157.852.518. Leia mais ›


Palavras-chave , , ,
Farmácia Popular



Esquizofrenia e depressão bipolar têm novo tratamento

Medicamento antipsicótico aprovado pela Anvisa deve ser nova alternativa de tratamento para pacientes com esquizofrenia e depressão associadas ao transtorno bipolar.

Um medicamento inédito para a esquizofrenia e depressão associadas ao transtorno bipolar recebeu registro da Anvisa. O novo produto é o Latuda (cloridrato de lurasidona), um antipsicótico que deve ser comercializado em comprimidos de 20mg, 40mg e 80mg, em embalagens de 7, 14, 30 ou 60 comprimidos. Leia mais ›


Palavras-chave , ,
ANVISA



0
Conectando
Por favor, aguarde...
Como podemos ajudar?

Envie uma mensagem com sua dúvida, logo retornaremos para você:

* Nome
* E-mail
Telefone
* Mensagem
Atendimento on-line

Como podemos ajudar?

Estamos on-line, fique à vontade para iniciar uma conversa com a M2Farma.

* Nome
* Email
Telefone
* Mensagem
Atendimento on-line
Feedback

Help us help you better! Feel free to leave us any additional feedback.

How do you rate our support?

📬 Receba as últimas notícias sobre o varejo farmacêutico, Farmácia Popular, ANVISA, convênios PBM e mais: