Roche Farma Brasil anuncia novo presidente

Roche Farma Brasil anuncia novo presidente


A farmacêutica Roche, líder global em biotecnologia, apresenta o novo presidente da companhia no Brasil, Patrick Eckert. O executivo suíço assume o cargo no lugar de Rolf Hoenger, que esteve à frente da unidade nos últimos cinco anos e comandará a Roche na América Latina. O anúncio é feito no mesmo período em que a afiliada passa a se reportar diretamente para a matriz da companhia na Basiléia, Suíça – ação que ilustra a expressividade do país para a estratégia global da farmacêutica.

Patrick, ex-diretor de Oncologia e Hematologia da Roche Farma Brasil está na companhia desde fevereiro de 2017, e é formado em Administração pela suíça Business School, em Lausanne, e Commercial Degree, Business Administration and Management, pela ECPL. O executivo, que conta com 20 anos de experiência nas indústrias farmacêutica e de bens de consumo, atuou em países da Europa, América Latina, África e Oriente Médio.

“Quero dar continuidade ao propósito que nos move: fazer agora no país o que os pacientes precisam hoje e amanhã”, diz o novo presidente. A companhia fez a diferença na vida de cerca de 190 mil pacientes tratados com seus medicamentos inovadores no Brasil em 2017 e espera números positivos para 2018 novamente. “Continuaremos comprometidos com a estratégia de longo prazo para o Brasil, avançando com o nosso portfólio de inovação e forte trabalho para ampliar o acesso à saúde aos brasileiros”, afirma Patrick.

 
 
 
 

Mercado farmacêutico



Abbott lança plataforma colaborativa de saúde

Abbott lança plataforma colaborativa de saúde


Abbott, empresa global de cuidados para a saúde, está lançando um mapa colaborativo para o compartilhamento de experiências relacionadas ao cuidado com a saúde sob os aspectos da atividade física, alimentação, autoconhecimento, lazer e bem-estar, além de locais para doação de sangue na cidade de São Paulo. Intitulado Saúde no Mapa, o espaço permite que as pessoas indiquem seus locais preferidos na cidade para cuidar melhor da saúde, e encontrem dicas para viver com mais qualidade.

A criação da plataforma é fruto dos resultados da pesquisa idealizada pela Abbott “Empoderamento do Paciente – importância e desafios”, feita com 960 pessoas, de todas as regiões do Brasil, diagnosticadas com diabetes e hipertensão, duas doenças crônicas de grande incidência no país. O intuito foi estimular a reflexão dos brasileiros sobre a importância da conquista e manutenção da própria saúde e, consequentemente, contribuir para que as pessoas se sintam mais proativas e responsáveis pelo cuidado de sua saúde.

“A pesquisa trouxe importantes direcionamentos que nos motivaram a criar o Saúde no Mapa. Notamos que boa parte dos entrevistados (59%) tem na melhoria dos hábitos de saúde a principal chave para se sentir empoderado. A partir daí, desenvolvemos esta plataforma colaborativa, com o intuito de inspirar o compartilhamento de experiências de boas práticas relacionadas à saúde, como atividade física, alimentação, autoconhecimento, lazer, bem-estar e doação de sangue”, explica Juan Carlos Gaona, Gerente Geral da Abbott no Brasil. “Esse projeto vai ao encontro do  nosso compromisso de entender as necessidades e desafios diários dos brasileiros e fazer com que vivam mais e melhor” , ressalta.

O levantamento também mostrou que quase metade dos brasileiros entrevistados praticam atividades físicas (46%), especialmente na cidade de São Paulo, onde 61% das pessoas com diabetes realizam exercícios físicos. “Acreditamos que a cidade abriga diversos locais para que as pessoas possam melhorar a saúde por meio da prática de exercícios físicos e alimentação saudável, principalmente as que convivem com doenças crônicas. Por isso, decidimos iniciar nosso projeto por aqui”, diz Gaona.

 
 
 
 

Mercado farmacêutico



Diabetes: há falta de clareza no controle da doença

Diabetes: há falta de clareza no controle da doença


Educação do profissional de saúde é essencial para conter complicações

Apesar de ser uma das doenças crônicas que mais acomete os brasileiros, existe uma certa discrepância com relação à prevenção e controle adequado do diabetes. A demora para que o paciente atinja o controle adequado, mesmo após iniciar o tratamento, pode causar complicações que podem levar à morte. Atualmente, o Brasil possui cerca de 14 milhões de portadores de diabetes¹, sendo que a doença hoje é a terceira maior causa de mortes no País, e nos últimos seis anos, cresceu por volta de 12%².

A inércia terapêutica consiste na demora na intensificação do tratamento, como explica o endocrinologista e vice-presidente Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM), Dr. Alexandre Hohl. “A inércia pode ser causada tanto pelo paciente quanto pelo profissional de saúde que, por desconhecimento ou não cumprimento de protocolos que buscam o controle do diabetes, demora em intensificar o tratamento com outros medicamentos, o que é essencial para a prevenção de uma série de complicações associadas”, destaca.

Ainda de acordo com o Dr. Alexandre Hohl, a baixa preocupação com complicações da doença a longo prazo é uma realidade entre os brasileiros. “Estima-se que metade da população com diabetes não sabe que tem a doença. A ausência de sintomas nas fases iniciais torna o cenário ainda mais alarmante, ao levarmos em conta que, apesar de sete em cada 10 portadores de diabetes afirmarem que seguem corretamente o tratamento, grande parte não possui a clareza de que o controle da doença inclui uma série de fatores que vão além da administração dos medicamentos”, explica o especialista.

Educação em saúde é fundamental

O Dr. Hohl também explica que o conhecimento e a educação do profissional de saúde são essenciais para conter o avanço das complicações relacionadas ao diabetes, que vão desde problemas cardiovasculares, como infarto e Acidente Vascular Cerebral (AVC), até insuficiência renal e risco de amputação, principalmente de membros inferiores. “A constante atualização do profissional de saúde é essencial para combater a inércia terapêutica. Temos observado que o tratamento do diabetes mudou consideravelmente na última década, com a chegada de terapias inovadoras e que possibilitam o controle da doença desde o momento do diagnóstico” explica o especialista.

O gargalo na detecção de novos casos também é uma das explicações para a demora na intensificação do tratamento, e o consequente controle da doença. Segundo um levantamento realizado pela Abril Inteligência com apoio da AstraZeneca e do endoDEBATE, menos da metade das pessoas com diabetes relatou ter passado por exames cardiológicos e/ou renais no último ano, e apenas 16% tiveram os pés examinados, dado que vai ao encontro dos impactos socioeconômicos da doença aos sistemas de saúde no Brasil².

Para a diretora médica da AstraZeneca Brasil, Maria Augusta Bernardini, o investimento em prevenção e em conscientização é essencial para combater esse cenário. “A qualidade de vida do paciente com diabetes está diretamente relacionada com os hábitos cultivados no dia a dia. O controle do peso, prática de atividade física, escolha por alimentos saudáveis e controle glicêmico são os grandes pilares no tratamento da doença. Negligenciar um desses tópicos é determinante para a má evolução do diabetes”, alerta.

Para o Dr. Alexandre Hohl, o cenário do diabetes no país necessita de uma resolução urgente, que vai além da educação médica. “O investimento em um sistema que englobe assistência continuada em todas as fases da doença, e em profissionais de saúde que tratem o diabetes em toda a sua complexidade, conscientizando e empoderando os pacientes e médicos sobre a importância do tratamento individualizado é primordial para frearmos a epidemia do diabetes e suas complicações”, finaliza .

Referências

    1. Diabetes Atlas – International Diabetes Federation(IDF) <acesso em 28.08.2018>
    2. Pesquisa: “O que os brasileiros sabem (e não sabem) sobre o diabetes” <Acesso em 28.08.2018>

Fonte: AstraZeneca

Foto: Shutterstock



Mercado farmacêutico



Laboratório Boiron inaugura sua primeira farmácia de manipulação em São Paulo Brasil

O segmento de homeopatia tem crescido sistematicamente. De acordo com o Transparency Market Research, até 2024, a estimativa é que gere anualmente US$17.4 bilhões. Para efeito de comparação, em 2015, esse número foi de US$ 3.8 bilhões. A Boiron, laboratório francês líder mundial em homeopatia, acredita no potencial de crescimento e desenvolvimento deste segmento no Brasil, já que a busca pela qualidade de vida, bem-estar e saúde por parte da população é crescente. Atenta a esse mercado promissor, a companhia escolheu São Paulo para inaugurar sua primeira farmácia de manipulação homeopática no mundo. O espaço, recém inaugurado, tem 450m², ficará no coração da cidade, na avenida 9 de Julho.

Leia mais ›


Palavras-chave , , ,
Mercado farmacêutico, Marketing Farmacêutico



Marketing da Fini vem aumentando as vendas nas farmácias

Ação "Se liga que é Fini" amplia vendas nas farmáciasVeja esta ideia de marketing da marca Fini, realizando a ação direto na farmácia:

Compras a partir de R$ 10 em produtos trarão benefícios ao consumidor. Traçar parcerias com a indústria é a melhor maneira de um varejista obter acesso a ações de marketing diferenciadas, capazes de atrair o consumidor para dentro de loja e, o mais importante, fazê-lo efetuar compras além das planejadas e aumentar o tíquete médio. Oportunidades não faltam. Basta buscar estreitar o relacionamento com os fornecedores em prol de um crescimento conjunto.

Durante o mês de outubro, o consumidor que comprar R$ 10,00 em produtos Fini Brasil – balas de gelatina, marshmallows, tubes, regaliz e chicles – poderá transformar este valor em crédito no celular ou em um mês de assinatura de uma plataforma de séries e filmes.

Leia mais ›


Palavras-chave , , , ,
Mercado farmacêutico, Marketing Farmacêutico



Drogarias Araujo expande presença em MG

(Texto atualizado em 12/11/2018 às 09:43 am)

Conforme revelado pela Drogaria Araujo com suposta exclusividade ao conhecido Jornal Giro News, será inaugurada a segunda filial da rede na cidade de Juiz de Fora (MG), na sexta-feira dia 19. A loja possui 530 m² de área de vendas e mix composto por cerca de 20 mil produtos entre medicamentos e não medicamentos. Mais uma boa farmácia para servir à população.

A unidade irá comercializar itens de higiene pessoal e dermocosméticos, além dos serviços Clique e Retire, Box Araujo, Araujo Manipulação, recarga de celular, pagamento de contas, programas e testes de saúde. Com mais de 209 operações em funcionamento, a rede prevê encerrar 2018 com 32 inaugurações. Até o momento, 17 unidades foram abertas. Que o mercado continue favorável ao bom trabalho!


Palavras-chave , , , , ,
Mercado farmacêutico, Marketing Farmacêutico



Laboratório EMS solicita registro no FDA de seu primeiro produto nos EUA

(Texto atualizado em 12/11/2018 às 09:43 am)

A EMS, maior laboratório farmacêutico no Brasil, por meio da Brace Pharma – braço de inovação disruptiva (radical) da empresa nos Estados Unidos -, submeteu, no final de julho, seu primeiro produto para a aprovação do FDA (Food and Drug Administration), agência federal do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos. Trata-se do GeNOsyl® Advanced Delivery System (ADS), device portátil de uma nova geração de óxido nítrico inalatório voltado ao tratamento da hipertensão pulmonarresistente em recém-nascidos, síndrome com taxa de mortalidade chegando a 33% dos pacientes afetados. O dossiê foi submetido em parceria com a biofarmacêutica americana Vero Biotech, na categoria New Drug Application (NDA).

Leia mais ›


Palavras-chave , , ,
Mercado farmacêutico, Legislação e regulamentações, Marketing Farmacêutico



Farmácias estão entre as marcas mais valiosas do Brasil

(Texto atualizado em 12/11/2018 às 09:43 am)

Juntas, Drogasil e Droga Raia somam US$ 1.376 bilhões. Marcas de drogarias como Drogasil e Droga Raia; e Amil, OdontoPrev e Fleury, de cuidados com a saúde, estão entre as 60 marcas mais valiosas do País, conforme revela o ranking BrandZ Brasil, elaborado pela Kantar. Todas elas tiveram um crescimento no ranking, se comparado a 2017.

A Drogasil, que obteve uma alta de 21%, soma este ano o valor de US$ 757 bilhões, aparecendo em 22ª lugar no ranking das marcas mais valiosas. No mesmo segmento, a Droga Raia cresceu US$ 589 bilhões, atingindo 20% de aumento em 29º lugar. “As marcas Drogasil e Droga Raia têm tido um crescimento sustentável nos últimos anos, por conta de sua sustentável expansão geográfica, mas também no conceito de lojas, conseguindo oferecer uma gama variada de produtos em um excelente padrão de serviços”, analisa o CEO da Kantar Consulting para América Latina, Eduardo Tomiya.

Leia mais ›


Palavras-chave , , ,
Mercado farmacêutico, Marketing Farmacêutico



LIA, do Google, passa a integrar as drogarias Pacheco e São Paulo


A partir de outubro, o LIA, uma das funcionalidades do Google Shopping, passa a integrar a relação de itens à venda nas Drogarias Pacheco e Drogaria São Paulo. Com a ferramenta, os consumidores poderão checar em tempo real se os produtos buscados (ou que foram anunciados) estão em estoque, além de verificar o preço e traçar a rota até a loja mais próxima. Para atualização, o Grupo DPSP envia, todos os dias, ao Google a lista de produtos disponíveis nas unidades, exceto aqueles medicamentos e itens exclusivos online.



Mercado farmacêutico



Novo DNS do webservice do Farmácia Popular e GBAS

(Texto atualizado em 09/11/2018 às 09:19 am)

Na segunda feira dia 5 de novembro o Ministério da Saúde comunicou a todas as farmácias integradas ao programa Farmácia Popular, a mudança do DNS webservice de comunicação com o DATASUS e do sistema de segurança GBAS.

Já havia sido observado o constante aprimoramento dos sistemas SIFAP e DATASUS, que vêm evoluindo junto com o programa ao longo do tempo. Aos poucos vão sendo publicadas novas versões dos sistemas web, adequando-se a novas tecnologias de segurança e processamento dos dados online. Agora serão substituidos o webservice e o módulo GBAS para mais segurança na conexão.

 

Prazo para atualizar DNS

Foi dado um prazo de pouco mais de um mês para as farmácias se adequarem às mudanças, sendo que todos os computadores (terminais) que realizam vendas precisam ser atualizador para que continuem a realizar vendas após dia 10 de dezembro. Leia mais ›


Palavras-chave , , ,
Farmácia Popular



Rede Drogal expandindo no interior de São Paulo


  A rede de farmácias Drogal vai inaugurar, no próximo sábado (20), sua primeira filial em Louveira, município de São Paulo. Localizada no bairro Jardim Niero II, a unidade irá comercializar, como as demais lojas, dermocosméticos, medicamentos, energéticos, produtos de higiene, beleza, itens para crianças e suplementos. Para a abertura, a rede oferecerá café da manhã e Blitz de Saúde aos visitantes. Hoje, a Drogal conta com 145 operações distribuídas por 57 cidades paulistas. Em setembro, a rede inaugurou três unidades nos municípios de Santa Rita do Passa QuatroValinhos e Vargem Grande do Sul.

Serviço: 
Drogal em Louveira (SP)
Endereço: Rua Armando Steck, 159 – Jardim Niero II, Louveira, SP
Inauguração: 20 de outubro, às 9h


Palavras-chave , , ,
Mercado farmacêutico, Marketing Farmacêutico



Drogaria Venancio cria réplica de estúdio de beleza em Copacabana

(Texto atualizado em 12/11/2018 às 09:43 am)

Brasileiros retomam gastos com Higiene & BelezaQuem não quer uma consultoria capilar personalizada? Pela primeira vez o Studio TRESemmé desembarca no Rio de Janeiro, mais precisamente na Zona Sul, com um studio de beleza dentro da megastore da Drogaria Venancio. Entre os dias 20 e 26 de outubro, das 10h às 19h, a loja do nº 791 da Avenida Nossa Senhora de Copacabana espera receber dezenas de clientes para participar do evento, que fez muito sucesso nas cidades pelas quais passou. Além disso, a influenciadora Niina Secrets, embaixadora da marca, fará a inauguração do espaço no dia 20/10, das 13h30 às 15h30.

Os fãs da Niina que participarem da ação no dia 20 poderão conhecê-la e tirar fotos. A beauty influencer conta com mais de 3 milhões de seguidores no instagram e é uma referência no mundo de beleza, maquiagem, moda e lifestyle.

Leia mais ›


Palavras-chave , , , , ,
Mercado farmacêutico, Marketing Farmacêutico



Abrafarma tem confiança no varejo farmacêutico

A tendência é que os profissionais voltem a assumir papel importante no setor, cuidando da saúde pública, não somente de medicamentos, mas da prevenção de doenças

Antes mesmo de existirem as farmácias físicas, em lojas, já havia a figura do boticário. Respeitado nas cidades, ele exercia uma função de conselheiro de saúde para tratar enfermidades mais leves. Somente no fim do século XIX, o título de farmacêutico ganhou notoriedade. Depois de anos atrás do balcão, esses profissionais têm voltado a assumir o protagonismo no varejo.

De acordo com o presidente da Associação Brasileira das Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma), Sergio Mena Barreto, a tendência é as farmácias buscarem uma aproximação maior dos clientes, tentar humanizar o atendimento e assumir uma função mais importante na saúde pública. A entidade engloba as 24 maiores redes varejistas do segmento. “O que está acontecendo no mundo inteiro, e também no Brasil, é introduzir a farmácia como porta de entrada no setor de saúde”.

Para Barreto, a facilidade tecnológica também permite que hoje possam ser realizados exames e um acompanhamento mais perto de pacientes. Em praticamente todos os bairros, há pela menos uma farmácia, pequena ou grande. Por isso, entre os profissionais de saúde, o farmacêutico é o que está fisicamente mais próximo dos pacientes. “O doente crônico vai 30 vezes por ano na farmácia. É possível controlar a doença com o farmacêutico. Essa ação de acompanhar o paciente ele tem de ser remunerado. Acreditamos que a farmácia vai mudar enormemente o fator de risco, prevenção e acompanhamento”.

A legislação tem facilitado o engajamento dos farmacêuticos. Agora, as lojas podem aplicar vacinas, o que antes era em laboratórios, postos de saúde ou hospitais. Além disso, as farmácias são abundantes e não costumam ter filas.
Segunda maior rede de farmácias do Brasil em faturamento (R$ 6,3 bilhões em 2017) e em número de lojas (1.163), a cearense Pague Menos tem apostado no atendimento personalizado. O conceito de Clinic Farma engloba uma série de serviços, na maioria gratuitos, ou de baixo custo, como medir pressão, aconselhar sobre interações medicamentosas, realizar testes de glicemia.

“Temos próximo de 800 lojas com área reservada para o farmacêutico prestar um serviço para a população em geral. Algumas décadas atrás o papel do farmacêutico era maior. As famílias pediam o atendimento. Agora isso está voltando e a Abrafarma está nessa cruzada para possibilitar o farmacêutico a prestar o papel que ele foi formado”, diz o diretor financeiro e relações com investidores da Pague Menos, Luiz Novais.

Números
94,3%é a taxa de ocupação do profissional de Farmácia no mercado de trabalho. Segundo levantamento “Perspectivas Radar: Perspectivas Profissionais”, do Ipea (2016), Farmácia está entre os dez primeiros lugares no ranking de taxas de ocupação entre as diversas profissões de nível superior
100 novas resoluções foram aprovadas nos últimos seis anos. Elas têm permitido aos farmacêuticos atuar em áreas nunca antes imaginadas, como a floralterapia, a estética, a perfusão sanguínea etc

Cenário

PACIENTES
Segundo a Organização Mundial de Saúde, 50% das pessoas abandonam o tratamento depois de seis meses. Os pacientes tendem a sentir menos os sintomas de doenças crônicas e param de tomar medicação. A interrupção para doenças como hipertensão e diabetes pode ter consequências graves como perda de funções renais e surgimento de gangrenas. A Abrafarma afirma que quer atuar para reduzir esses números com a relação entre farmácia e farmacêutico.

PAGUE MENOS
A cearense Pague Menos é a única rede de farmácias presente em todos os estados da federação e distrito federal. O negócio cearense possui 177 lojas no Estado e emprega mais de 3 mil pessoas. Com menos de 40 anos do início das operações, a rede compete por espaço com concorrentes de São Paulo, como o grupo Raia Drogasil, maior rede em faturamento e número de lojas no Brasil.

CRESCIMENTO
Mesmo diante da crise econômica no Brasil, que viu negócios fecharem as portas, o varejo farmacêutico manteve o crescimento, sobretudo das maiores redes de farmácias. O número de unidades segue aumentando nas esquinas de pequenas e grandes cidades. As farmácias de bairro, no entanto, sofrem com a perda de espaço no comércio, apesar de ainda representarem 90% dos pontos de venda do segmento.

Fonte: Portal O Xereta


Palavras-chave , , , , , ,
Mercado farmacêutico, Marketing Farmacêutico



Rede Nissei oferta 80 vagas para farmacêuticos em três estados


A Rede de Farmácias Nissei está oferecendo mais de 80 vagas de trabalho para farmacêuticos, distribuídas nos estados do Paraná, Santa Catarina e São Paulo. Em Curitiba, são mais de 40 vagas para atuar em unidades localizadas Jardim das Américas, Fazendinha e Pinheirinho, entre outras.

De acordo com Camille Holmer, diretora de RH da Rede, os currículos podem ser entregues em qualquer unidade da farmácia, via cadastro no site da Nissei (www.farmaciasnissei.com.br), ou pelo e-mail recrutamento@drogariasnissei.com.br . “Temos mais de 10 vagas para o interior do Paraná, outras 20 em Santa Catarina e mais nove em São Paulo”, enumera.

Benefícios
A empresa oferece, além do salário, vale transporte, seguro de vida e vale refeição. “Após os três primeiros meses de trabalho, a Nissei passa a oferecer assistência médica e odontológico e convênio farmácia”, explica a diretora. “Após o primeiro ano de contratação, o colaborador também pode concorrer a vagas para receber auxílio educação”, conta.

Fonte: Indústria & Comércio



Mercado farmacêutico



Autorizações de funcionamento têm novo padrão numérico


Novas autorizações de funcionamento de empresas e números de registro de cosméticos terão novo padrão numérico a partir desta segunda-feira (15/10).As novas autorizações de funcionamento de empresa (AFEs) para fabricantes de cosméticos terão um novo padrão numérico, iniciado pelo número 4, a partir desta segunda-feira (15/10). A mudança foi motivada pelo esgotamento da numeração de AFEs iniciadas pelo número 2.

Com isso, existirão no mercado empresas cuja autorização de funcionamento começa com o número 2 e outras com AFE iniciada pelo número 4. O número de registro dos cosméticos fabricados por essas empresas seguirá a mesma lógica, podendo começar com o número 2 ou 4, a depender do número da AFE de cada empresa.

O número 4 já havia sido atribuído anteriormente a empresas de alimentos, mas atualmente não é mais utilizado para este fim.

Sistemas atualizados

Os sistemas e serviços de tecnologia da informação mantidos pela Anvisa foram adequados para essa mudança. Assim, o peticionamento eletrônico, o Sistema de Automação de Registro de Produtos de Higiene Pessoal, Cosméticos e Perfumes (SGAS) e as consultas de produtos disponíveis no portal serão capazes de associar as autorizações de funcionamento iniciadas por “4” a empresas de cosméticos.

Além disso, os canais de atendimento da Agência estão aptos a solucionar eventuais dúvidas de profissionais de saúde, do setor regulado e das Vigilâncias Sanitárias, bem como da sociedade em geral, sobre as mudanças adotadas.

Como funciona a numeração da AFE e do registro?

A autorização de funcionamento de empresa (AFE) tem o formato “P-N-XXXX-D”, em que cada letra representa uma informação: = atuação da empresa, sendo “0” para farmácias e drogarias, “1” para medicamentos, “2” para cosméticos, “3” para saneantes, “4” “5” e “6” para alimentos, “7” para farmácias e drogarias, “8” para produtos para a saúde e “9” para toxicologia.; = 0 a 9, aleatoriamente; XXXX = sequência que identifica a ordem de concessão da AFE; = dígito verificador.

O número de registro é derivado do número da AFE e tem como padrão a sequência P.XXXX.YYYY.ZZZ-W.

Fonte: ANVISA


Palavras-chave , , , ,
Mercado farmacêutico, ANVISA



Grupo DPSP Investe em ferramenta de estoque


O Grupo DPSP, composto por Drogarias Pacheco e Drogaria São Paulo, anuncia a integração com o LIA, uma das funcionalidades do Google Shopping, que passa a unificar a relação de itens à venda nas Drogarias. Com a ferramenta, os consumidores poderão checar em tempo real se os produtos buscados (ou que foram anunciados) estão em estoque, além de verificar o preço e traçar a rota até a loja mais próxima. Para manter a ferramenta atualizada, o Grupo DPSP envia diariamente ao Google a relação de produtos disponíveis em todas as lojas, exceto medicamentos e itens exclusivos do e-commerce. “Hoje, já é possível saber se o consumidor que buscou o produto visitou a loja.”, informa a companhia.

Fonte: Rede Press



Mercado farmacêutico



Drogaria Araújo inaugura segunda loja em Juiz de Fora


Drogaria Araújo inaugurou, nesta sexta-feira (19), a segunda loja em Juiz de Fora, localizada na Avenida Presidente Itamar Franco 2080. A inauguração contou com a presença do presidente da rede, Modesto Araújo. “Trazer mais uma loja para Juiz de Fora é uma conquista. Essa é a segunda e já temos mais quatro projetos encaminhados para a cidade.”

O conteúdo continua após o anúncio

Com o objetivo de atender novos perfis de clientes, a rede implementou na cidade o Box Araújo. O modelo visa a unificar a loja física com o meio digital, permitindo que o consumidor compre pelo aplicativo da marca e indique onde prefere fazer a retirada do produto, na loja física ou no box mais próximo. “Não há mais necessidade de pegar filas nos caixas, basta o consumidor ir à loja e retirar o seu produto com um código”, explica o gerente do Delivery da Araújo, Jarbas Ferreira Barbosa. Juiz de Fora é a segunda cidade do estado a contar com o novo modelo, batizado, no município, de Itamar.

Conforme a empresa, os clientes da unidade poderão comprar produtos com preços diferenciados na nova loja até o dia 16 de novembro. O horário de funcionamento é das 7h às 23h, inclusive nos feriados.

Fonte: Tribuna de Minas



Mercado farmacêutico



ANVISA aprova vacina contra gripe exclusiva para idosos

Aprovada vacina contra gripe exclusiva para idosos

(Texto atualizado em 29/10/2018 às 10:48 am)

Aprovada vacina contra gripe exclusiva para idosos

Vacina da gripe para idosos estará disponível em farmácias após ter seus preços definidos.

A Sanofi Pasteur acaba de receber a aprovação de registro da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) de uma nova vacina contra gripe desenvolvida exclusivamente para idosos. Nesta população, a vacina apresentou-se 24,2% mais eficaz na proteção contra a gripe em comparação à vacina contra influenza trivalente aprovada atualmente no Brasil.

A vacina contra gripe exclusiva para idosos estará disponível em  farmácias e clínicas particulares após definição de preço pela Câmera de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED), órgão ligado à Anvisa que auxilia, tecnicamente, na determinação do valor máximo de venda. Ainda não há previsão para comercialização.

Leia mais ›


Palavras-chave , , ,
Mercado farmacêutico, Legislação e regulamentações, ANVISA



34 anos de Ascoferj

34 anos de Ascoferj - ASCOFERJ

Parabéns aos 34 anos de atividade da ASCOFERJ, completados no dia 22 de outubro. Conheça a história da entidade:

1984

Fundação da Ascoferj, em 22 de outubro de 1984, por um grupo de empresários do varejo farmacêutico, entre eles, Rodolfo Roth, Ruy de Campos Marins, Carlos José da Silva, Ricardo Valdetaro, Aluízio Monttechiari, Paulo Afonso, Joaquim Fernandes. Leia mais ›


Palavras-chave
Mercado farmacêutico



Expectativas do varejo farmacêutico em 2018

Em relação ao setor farmacêutico, é possível afirmar que continuará crescendo. A estimativa para este ano é de um crescimento entre 6,9% a 9,3% do mercado farmacêutico em faturamento e aproximadamente 3,0% em unidades. No que se refere ao varejo farmacêutico, segundo dados da Close-Up International, as grandes redes continuarão a aumentar sua representatividade no mercado. Dentro deste mercado os nutracêuticos e as vitaminas crescerão mais.

De acordo com boletim do Departamento Econômico Brasil, do Credit Suisse, haverá uma retomada gradual de atividade e o crescimento econômico aumentará em 2018. Essa dinâmica presume que o ambiente global permanecerá favorável e que o quadro político no Brasil não contaminará a economia de forma significativa.

Em relação ao setor farmacêutico, é possível afirmar que continuará crescendo. As consultorias QuintilesIMS e Close-Up estimam, para este ano, um crescimento entre 6,9% a 9,3% do mercado farmacêutico em faturamento e aproximadamente 3,0% em unidades. Estes dados foram apresentados no Fórum Expectativas 2018, realizado pelo Sindusfarma, no dia 09 de agosto de 2017. Leia mais ›

Mercado farmacêutico, Marketing Farmacêutico



Seja bem-vindo(a) ao blog da M2Farma.

Neste espaço reunimos notícias sobre assuntos regulatórios e o varejo farmacêutico.

Nosso trabalho é facilitar a burocracia técnica, saiba mais.

Siga-nos:

📫 Receba por e-mail

Receba as últimas notícias sobre varejo farmacêutico, ANVISA, Farmácia Popular e Convênios PBM direto no seu e-mail:





📬 Receba as últimas notícias sobre o varejo farmacêutico, Farmácia Popular, ANVISA, convênios PBM e mais: