Advertisements

Abradilan anuncia resultados do trimestre e nova diretoria

Genéricos impulsionam as vendas da entidade, que tem Vinícius Andrade como novo presidente

Nos três primeiros meses de 2019, os associados da Associação Brasileira de Distribuição e Logística de Produtos Farmacêuticos (Abradilan), entidade que reúne 138 empresas distribuidoras de medicamentos e produtos de higiene pessoal e cosméticos, totalizaram R$ 1,4 bilhão em vendas de medicamentos e não medicamentos (HPC), 8% mais do que os R$ 1,3 bilhão registrado no mesmo período de 2018. Foram comercializadas pela Abradilan, entre janeiro e março últimos, 253,4 milhões de unidades no trimestre, um aumento de 4% em relação ao ano passado, quando foram distribuídas 243,6 milhões de unidades.  Os dados são da IQVIA.

No acumulado dos últimos 12 meses (abril de 2018 a março de 2019), as vendas da Abradilan chegaram a 1.026 bilhão de unidades no País, aumento de 8% na comparação com o mesmo período de 2018, que teve a marca de 952 milhões de unidades. Já em valores, as vendas atingiram R$ 5,6 bilhões, um aumento de 12% em relação a 2018, quando chegou a R$ 5 bilhões.

Na distribuição de segmentos dos produtos em março, o destaque fica por conta dos medicamentos genéricos, que chegam a representar 43,4% das vendas dos associados. Em unidades, o percentual é um pouco maior, de 44,6%. Segundo a entidade, com a crise econômica e com o orçamento mais enxuto, muitas famílias optaram por medicamentos com valores mais acessíveis e por isso, os genéricos tiveram destaque nas vendas.

Vinícius Andrade assume presidência da Abradilan

Juliano Vinhal, de Patos de Minas, deixa a presidência da Associação Brasileira de Distribuição e Logística de Produtos Farmacêuticos (Abradilan) para dar lugar a Vinícius Casimiro Carneiro de Andrade, de Belo Horizonte. A cerimônia oficial de posse ocorre no dia 5 de junho, em São Paulo. Andrade, 38 anos, assume o comando da entidade até 2021 com muito otimismo pela frente.

“Temos muitos desafios a serem enfrentados, pois o mercado farmacêutico vem mudando com grande velocidade e esse dinamismo nos obriga a prepararmo-nos mais e traçar estratégias ainda mais robustas e eficazes”, diz o executivo. Por isso, segundo ele, o fortalecimento e a qualificação das empresas associadas serão os principais foco da nova diretoria, para que todos possam estar preparados para enfrentar as constantes mudanças do setor.

Para fortalecer e qualificar as companhias que integram a Abradilan, Andrade espera ampliar parcerias, como as executadas com sucesso com a Federação Brasileira das Redes Associativistas e Independentes de Farmácias (Febrafar) e a Fundação Dom Cabral. “Acredito que todas as entidades do setor farmacêutico precisam atuar de forma conjunta, respeitando, é claro, os detalhes de cada negócio. Se quisermos manter os crescimentos no mercado e fortalecer todos os elos da cadeia, precisamos uns dos outros”, finaliza.

 Fonte: Guia da Farmácia

Qual sua opinião? Deixe seu comentário:

Advertisements