Anvisa suspende 10 produtos cosméticos

Compartilhe:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someone

(Texto atualizado em 10/12/2018 às 08:42 am)

O creme de tratamento capilar Biohair Detox est na lista dos 10 produtos da Biotec que foram suspensos pela Anvisa (foto: Biotec/Divulgao)

Em resolução (RE 2.856/18), publicada no Diário Oficial da União (DOU) na última sexta, dia 19 de outubro, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) suspendeu a distribuição, divulgação, comercialização e o uso de 10 produtos cosméticos fabricados pela empresa Biotec Cosméticos Indústria e Comércio Ltda. “A medida de interesse sanitário determina, ainda, que a empresa promova o recolhimento do estoque existente no mercado, referente aos produtos notificados”, informa a Anvisa em comunicado publicado em seu site oficial. Conforme a resolução, ficam suspensas a fabricação e a comercialização dos seguintes cosméticos da Biotec:

  • Needs Sabonete Líquido Erva Doce, lote 14073
  • Needs Sabonete Líquido Maracujá, lote 14999
  • Needs Sabonete Líquido Lavanda, lote 15003
  • Needs Desodorante Hidratante Corpo Amêndoas, lote 14622
  • Needs Sabonete Antibacteriano Cremoso Erva Doce, lote 15045
  • Biohair Shampoo Pós Química Kit 350ml, lote 14772
  • Biohair Creme De Tratamento Intensivo Detox Antipoluição, lote 16425
  • Óleo Capilar Relvazon Vitamina A, lote 14677
  • Relvazon Shampoo Queratina, lote 16439
  • Relvazon Antitranspirante Roll-On Women Active Emotion, lote 15376

De acordo com a Vigilância Sanitária, a medida foi motivada pela inspeção sanitária realizada na empresa, entre os dias 1º e 5 de outubro deste ano. “Durante a inspeção, ficou comprovada a fabricação de produtos cosméticos em desacordo com o registro ou notificação na Anvisa, como: divergências qualiquantitativas de formulações e ausência de ingredientes, em desacordo com a fórmula padrão do produto, o que pode afetar sua eficiência; liberação de produtos fabricados para o mercado antes da conclusão de todos os ensaios microbiológicos e em desacordo com os parâmetros microbiológicos estabelecidos na Resolução da Diretoria Colegiada 481, de 1999; ausência de notificação de alterações da formulação à Anvisa”, esclarece a agência estatal.

Orientações

A Anvisa orienta os consumidores que fazem uso dos produtos suspensos a entrarem imediatamente em contato com o serviço de atendimento ao cliente da Biotec, para instruções a respeito do recolhimento e da substituição dos produtos, por meio do telefone (34) 3222-4412 ou pelo email sac@biotec.ind.br. “Outros produtos e lotes da empresa Biotec não listados estão liberados”, alerta a Vigilância Sanitária.

Fonte: ANVISA

Qual sua opinião? Deixe seu comentário:


Mercado farmacêutico, ANVISA

Seja bem-vindo(a) ao blog da M2Farma.

Neste espaço reunimos notícias sobre assuntos regulatórios e o varejo farmacêutico.

Nosso trabalho é facilitar a burocracia técnica, saiba mais.

Siga-nos:

📫 Receba por e-mail

Receba as últimas notícias sobre varejo farmacêutico, ANVISA, Farmácia Popular e Convênios PBM direto no seu e-mail:





📬 Receba as últimas notícias sobre o varejo farmacêutico, Farmácia Popular, ANVISA, convênios PBM e mais: