ANVISA aprova vacina contra gripe exclusiva para idosos

Compartilhe:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someone

(Texto atualizado em 14/12/2018 às 09:11 am)

Aprovada vacina contra gripe exclusiva para idosos

Vacina da gripe para idosos estará disponível em farmácias após ter seus preços definidos.

A Sanofi Pasteur acaba de receber a aprovação de registro da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) de uma nova vacina contra gripe desenvolvida exclusivamente para idosos. Nesta população, a vacina apresentou-se 24,2% mais eficaz na proteção contra a gripe em comparação à vacina contra influenza trivalente aprovada atualmente no Brasil.

A vacina contra gripe exclusiva para idosos estará disponível em  farmácias e clínicas particulares após definição de preço pela Câmera de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED), órgão ligado à Anvisa que auxilia, tecnicamente, na determinação do valor máximo de venda. Ainda não há previsão para comercialização.

A vacina exclusiva possui menos risco de complicações para os idosos

A vacina contra gripe focada no público idoso foi lançada nos Estados Unidos em 2010, e desde então, mais de 67 milhões de idosos já foram protegidos com este novo produto. “O Brasil tem uma população idosa crescente que precisa se proteger contra a gripe. O cuidado com esse grupo, especialmente para influenza, é uma necessidade notada há algum tempo e agora muitos serão beneficiados”, pontua o diretor geral da Sanofi Pasteur, Hubert Guarino.

Adultos a partir de 65 anos são, particularmente, mais vulneráveis a complicações associadas ao vírus Influenza, o que significa que a resposta de anticorpos após o recebimento da vacina tradicional contra a gripe nessa população é mais baixa do que em adultos jovens. A nova vacina contra gripe foi desenvolvida e produzida para pessoas a partir de 65 anos e ajuda a promover uma resposta imune mais efetiva.

A gripe pode estar associada a complicações graves em idosos, como pneumonia, sendo que infecções causadas pelo vírus influenza estão relacionadas a seis das 10 principais causas de hospitalização nesta população. Para aqueles com doenças crônicas, como diabetes, Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC), asma ou problemas cardíacos, o risco é ainda maior.

Esta vacina contra gripe é trivalente e protege contra os vírus Influenza A H1N1, Influenza A H3N2, e um tipo de Influenza B, de acordo com a recomendação anual da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Além da vacinação do próprio idoso, para protegê-lo também é necessário vacinar as pessoas que estão ao seu redor. Quando vários indivíduos estão vacinados, ocorre o que chamamos de “proteção de rebanho”, ou seja, ao se proteger, também há proteção daqueles que estão em seu convívio, pois a circulação do vírus é reduzida. Quanto mais pessoas tomarem a vacina contra gripe, menos o vírus influenza será disseminado e mais pessoas dos grupos prioritários e de risco, que podem ser atingidos de forma mais grave, como os idosos, estarão protegidos.

Fonte: Sanofi Pasteur

Qual sua opinião? Deixe seu comentário:



Palavras-chave , , ,
Mercado farmacêutico, Legislação e regulamentações, ANVISA

Seja bem-vindo(a) ao blog da M2Farma.

Neste espaço reunimos notícias sobre assuntos regulatórios e o varejo farmacêutico.

Nosso trabalho é facilitar a burocracia técnica, saiba mais.

Siga-nos:

📫 Receba por e-mail

Receba as últimas notícias sobre varejo farmacêutico, ANVISA, Farmácia Popular e Convênios PBM direto no seu e-mail:





📬 Receba as últimas notícias sobre o varejo farmacêutico, Farmácia Popular, ANVISA, convênios PBM e mais: