Cimed fabricará álcool gel 70% para doação

Compartilhe:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someone

(Texto atualizado em 03/08/2020 às 11:23 am)

Primeiro lote do antisséptico terá 250 mil unidades. Linha de produção de higiene e beleza foi deslocada para essa funçãoA Cimed, quarta maior farmacêutica do país, direcionará uma de suas linhas de manufatura para a produção de álcool gel 70%. O lote inicial, com 250 mil unidades, será doado a seus quase cinco mil colaboradores e respectivas famílias, à população da região de Pouso Alegre – MG (cidade que abriga a fábrica da empresa) e às Unidades Básicas de Saúde (UBS) do estado de Minas Gerais.

Em medida anunciada pelo governo federal ontem, 19 de março, as UBSs passarão a receber a maior parte das pessoas com sintomas leves do novo Coronavírus (Covid-19). A medida foi tomada para desafogar os hospitais que precisam focar o atendimento nos casos graves da doença. Além disso, Minas Gerais antecipou a campanha de vacinação contra a influenza. O objetivo é ajudar profissionais de saúde na triagem de casos para o novo coronavírus. Assim, com o aumento do fluxo nas UBS do estado, a Cimed entende que o álcool gel poderá contribuir na proteção e segurança das pessoas nesses locais.

Cimed doa álcool em gel

A farmacêutica, consciente da importância de ações preventivas e da atual necessidade do sistema de saúde, vai continuar produzindo os medicamentos tão necessários nessa época de pandemia. Por isso, uma das linhas de produção da divisão de higiene e beleza será liberada para a fabricação do álcool gel. Assim, a companhia se compromete com a população, e garante que a sua produção não será prejudicada.

A entrega do antisséptico será de inteira responsabilidade da empresa. Com isso, a Cimed vem reforçar que, como uma das principais representantes do setor, tem papel essencial e fundamental para a saúde pública. Atualmente, a companhia fabrica 650 produtos. O álcool gel será integrado a esse portfólio.

Sabendo também da sua responsabilidade em relação a seus colaboradores, a empresa comunica, ainda, que tem um sólido plano de contingência para os trabalhadores da fábrica, bem como das áreas de logística e de atendimento às farmácias. Medidas essas que visam a segurança ao obedecer as recomendações dos órgãos de saúde competentes.

Foto: Shutterstock Fonte: Cimed

Qual sua opinião? Deixe seu comentário:



Palavras-chave , , , , ,
Mercado farmacêutico, ANVISA, Marketing Farmacêutico

Seja bem-vindo(a) ao blog da M2Farma.

Neste espaço reunimos notícias sobre assuntos regulatórios e o varejo farmacêutico.

Nosso trabalho é facilitar a burocracia técnica, saiba mais.

Siga-nos:

📫 Receba por e-mail

Receba as últimas notícias sobre varejo farmacêutico, ANVISA, Farmácia Popular e Convênios PBM direto no seu e-mail:





Do NOT follow this link or you will be banned from the site!
CUIDADO! O Ministério da Saúde, DAF e DENASUS NÃO PASSAM informações por telefone! Há muitas fraudes relacionadas ao Farmácia Popular. Certifique-se da veracidade das informações através do telefone e emails abaixo: (61) 3315-3361 - E-mails: [email protected], [email protected], [email protected]
+

📬 Receba as últimas notícias sobre o varejo farmacêutico, Farmácia Popular, ANVISA, convênios PBM e mais: