Covid-19: infraestrutura hospitalar tem papel essencial

O setor de infraestrutura de um hospital é essencial no enfrentamento da pandemia da Covid-19, mesmo não atuando na linha de frente. Seu trabalho está relacionado ao gerenciamento e adequação de insumos, de equipamentos e de serviços conforme a necessidade das instalações hospitalares, com a finalidade de preservar a saúde de profissionais da saúde e pacientes, atendendo às normas exigidas pelos decretos governamentais.

A equipe de infraestrutura do Hospital Dona Helena, de Joinville (SC), conta com profissionais das engenharias clínica, mecânica e civil. Ao todo, são 22 funcionários internos, além dos terceirizados. No começo da pandemia, o setor teve que fazer adequações de espaços em curto prazo, o que exigiu uma atenção maior das equipes. Uma das primeiras mudanças foi a adequação dos espaços para formar uma nova área de UTI. Nesse processo, também foi realizada a realocação e aquisição de monitores multiparâmetros, ventiladores volumétricos, bombas de infusão, oxímetros, entre outros equipamentos.

Neste período pandêmico, houve a necessidade aumentar o controle de determinados insumos — a demanda aumentou principalmente em relação ao oxigênio líquido, que é distribuído nos painéis de gases, e também ao oxigênio gasoso, disponibilizado em cilindros portáteis. “Um dos nossos maiores desafios está relacionado a manter um estoque mínimo de oxigênio líquido para 72 horas. Outro é realizar a manutenção preventiva periódica dos ventiladores volumétricos, porque quase todos estão em uso direto e não é possível desocupá-los”, aponta Paulo Afonso Benkendorf, gerente de infraestrutura da instituição.

Fonte: SEGS

Qual sua opinião? Deixe seu comentário: