Cresce índice de confiança nos similares e genéricos

Compartilhe:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someone

(Texto atualizado em 14/07/2015 às 02:06 pm)

aumento índice confiança medicamentos genéricosOs mais otimistas com relação a esses produtos são os idosos

A pesquisa realizada pelo Instituto de Pesquisa e Pós-Graduação para o Mercado Farmacêutico (ICTQ) e o Instituto Datafolha, com o objetivo de mensurar o grau de confiança da população em relação aos medicamentos de referência, genéricos e os similares (comparativo entre dados de 2012 e 2014), contou com 2.162 entrevistados em 134 municípios em todo o Brasil, dos quais 28% da região Nordeste. Foram ouvidos homens e mulheres a partir dos 16 anos.

Em 2012, o índice de confiança para compra e consumo dos medicamentos similares em Fortaleza era de 23%, passando para 54% em 2014, resultado similar à média nacional. Neste período, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) passou a exigir das indústrias testes que comprovem a qualidade e equivalência terapêutica de um medicamento similar comparado ao de referência.

O índice de confiança nos genéricos em Fortaleza (2012) era de 60%. Em 2014, cresceu para 72% no Nordeste, ficando apenas um pouco abaixo da média nacional (73%). Em nível nacional, os mais confiantes neste tipo de produto são os idosos a partir dos 60 anos (78%).

Fonte: Diário do Nordeste

Qual sua opinião? Deixe seu comentário:



Palavras-chave , , , , ,
Mercado farmacêutico, Indústria farmacêutica

📬 Receba as últimas notícias sobre o varejo farmacêutico, Farmácia Popular, ANVISA, convênios PBM e mais: