Entenda os tipos de receitas médicas e listas A, B e C

tipos de receitas médicas

Com certeza, você já sabe que existem diversos tipos de receitas médicas e listas. Especialmente se você trabalha em farmácias e drogarias, já visualizou receitas de diferentes cores. Além disso, existem os receituários especiais, prescritos por dentistas, veterinários e médicos de algumas especialidades.

Entretanto, você realmente entende todas essas receitas? É realmente importante e necessário saber ler corretamente esses receituários e listas para desenvolver a sua profissão corretamente.

Desenvolvemos esse texto para te ajudar a entender os tipos de receitas médicas e listas. Portanto, continue acompanhando para saber quais são as suas regras para prescrição e dispensação. Boa leitura.

Quais são aos tipos de receitas médicas?

Hoje em dia, há quatro tipos de receitas médicas, mas que são divididas em cinco notificações de receitas. Vamos falar delas separadamente abaixo, confira:

Receita médica simples cor branca

A receita branca simples, a mais usada para prescrever remédios que são paliativos, medicamentos isentos de prescrição médica e aqueles que são de tarja vermelha. Porém, os de tarja vermelha devem ser receitados por um profissional de saúde. Esse tipo de receita é emitido somente em uma via, porque não há necessidade do farmacêutico reter o receituário.

Receita médica branca de controle especial

Esse é um dos tipos de receitas médicas usadas para prescrever medicamentos que compõe a lista de remédios C1 da Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Portanto, essa lista é composta pelos remédios que devem ser controlados como, por exemplo, antidepressivos e anticonvulsivos.

A receita médica branca de controle especial deve ser dispensada em duas vias, pois uma precisa ser retida na farmácia. Além disso, dentro da mesma receita é possível prescrever, no máximo, até três medicamentos. Porém, ela vale por 30 dias em todo o território nacional.

Receita médica azul

Essa receita é usada para prescrever medicamentos psicotrópicos e psicotrópicos anorexígenos. Portanto, é preciso que esses remédios estejam na lista B1 e B2. Porém, cada tipo de receita azul pede uma notificação especial. Essa notificação é emitida junto com a receita para o controle do paciente.

No entanto, a notificação B1 é para os medicamentos psicotrópicos e o B2 é para remédios psicotrópicos anorexígenos. Cada notificação se limita a somente um tipo de medicamento. Ambos os tipos valem por 30 dias em todo o território nacional.

Tipos de receitas médicas: receita amarela

A receita amarela é para prescrever medicamentos entorpecentes que estejam na lista A1 e A2, além dos psicotrópicos da lista A3. Entretanto, suas regras não são muito diferentes da receita azul, afinal, cada notificação deve ser única para cada remédio. Mas a notificação é única, ou seja, não há diferença entre os remédios das listas A1, A2 e A3 como há dos das listas B1 e B2.

Sendo assim, independente da lista à qual pertença o medicamento do tipo A, a notificação será a amarela mesmo. Ela é válida por 30 dias em todo o território nacional.

Conseguiu compreender a diferença entre os tipos de receitas médicas e qual delas emitir para cada tipo de lista de medicamentos?

Dúvidas técnicas em relação aos tipos de receitas médicas? Conte com os nossos especialistas para te ajudar. Envie uma mensagem clicando aqui, ligue: (48) 3733-7690 ou envie WhatsApp para (48) 3733-7690 clicando aqui.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário: