Farmácias já têm 570 clínicas no Brasil

Compartilhe:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someone

(Texto atualizado em 07/02/2017 às 04:17 pm)

O projeto de assistência farmacêutica já é uma realidade em 20 das maiores redes do varejo

O Dia do Farmacêutico é celebrado em 20 de janeiro e homenageia um profissional que vem ganhando protagonismo na ampliação do acesso à saúde no Brasil. Lançado em 2014 pela Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma), o projeto de assistência farmacêutica já é uma realidade em 20 das maiores redes do varejo nacional.

Já são 570 salas de atendimento personalizado espalhadas por 16 estados e 71 municípios brasileiros. Até o final do ano, as projeções são de que haja um total de 800 clínicas farmacêuticas no País. Com elas, amplia-se a oferta de serviços clínicos gratuitos à população e ainda há valorização dos farmacêuticos nos estabelecimentos. 

A implementação do modelo é legitimada pela Lei n° 13.021/2014 e prevê a realização de oito serviços: hipertensão em dia, diabetes em dia, colesterol em dia, revisão da medicação, autocuidado, imunização, parar de fumar e perda de peso.

“Mais do que facilitar o acesso dos brasileiros a serviços clínicos, vamos contribuir para desafogar o sistema público de saúde”, enfatiza o presidente executivo da Abrafarma, Sérgio Mena Barreto. “Além de dar mais autonomia aos farmacêuticos, investimos na capacitação por meio de cursos, workshops e até um programa de pós-graduação”, acrescenta.

O novo papel do farmacêutico e sua atuação nos pontos de venda também despertaram o interesse da população. Pesquisa do Ibope Inteligência encomendada pela Abrafarma identificou que 53% dos entrevistados querem tirar dúvidas e se aconselhar sobre medicamentos nas farmácias; 51% realizariam exames preventivos para várias doenças; 48% pediriam ajuda do farmacêutico sobre a melhor forma de organizar todo o tratamento; 48% aceitariam receber um programa de tratamento e acompanhamento para parar de fumar; e 43% têm interesse em receber vacinas na farmácia.

Fonte: Guia da Farmácia

Qual sua opinião? Deixe seu comentário:


Mercado farmacêutico

📬 Receba as últimas notícias sobre o varejo farmacêutico, Farmácia Popular, ANVISA, convênios PBM e mais: