Governo do RJ confirma transmissão local de variantes brasileira e britânica do coronavírus

  • Homem de 55 anos, de Belford Roxo — morte.
  • Homem de 46 anos, de Manaus — morte.
  • Homem de 40 anos, do Rio.
  • Homem de 30 anos, do Rio.

 

VOC 202012/01, a variante do Reino Unido:

Nas últimas semanas, dezenas de pessoas diagnosticadas com Covid-19 em Manaus (AM) foram trazidas, então, para o Rio.

As transferências ocorreram em meio ao colapso do sistema de saúde amazonense.

Após recorde das internações por coronavírus e com uma nova variante do coronavírus circulando no estado.

Assim, um dos pacientes transferido para o Rio é um homem de 46 anos, que estava com a nova variante da doença, faleceu.

Recuo de contaminação em 27 regiões

A maior parte do Rio recuou, assim, para risco moderado para Covid-19.

O sétimo boletim de avaliação por regiões administrativas, divulgado nesta sexta-feira (19) pela prefeitura, mostra que 27 áreas saíram, portanto, do risco alto e desceram um grau na escala.

Quase toda a Zona Sul, porém, ficou , então, pela quinta semana seguida, no risco alto.

Todavia, apesar da melhora dos índices na maioria dos bairros, o prefeito Eduardo Paes decidiu, então, manter as restrições do risco alto para toda a cidade.

Na prática, o Rio inteiro está laranja, segundo a escala.

Fonte: G1

Foto: Shutterstock

Qual sua opinião? Deixe seu comentário: