Modelo de farmácias populares vem conquistando espaço em todo país

Compartilhe:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someone

A aposta em um modelo de farmácias atrativas, com aparências chamativas, instalações práticas e preços competitivos, fez com que as lojas das redes populares ligadas a Farmarcas conquistassem um expressivo crescimento no mercado.

Somando todas as lojas dessas redes populares – Ultra Popular, Super Popular e Maxi Popular – se obtém um índice de crescimento orgânico no faturamento de 83,44%, chegando ao montante de R$683.314.990,00, em 2015 o faturamento foi de R$372.500.855,00. Esses números resultam da soma do crescimento no número das lojas e do aumento do faturamento individuais.

Um fato que se destaca é que, mesmo farmácias que já adotam a mais de três anos esse modelo popular obtiveram um grande crescimento, atingindo o índice de 20,38% apenas no mês de dezembro. Esse dado é relevante pois geralmente as empresas apresentam um crescimento maior logo após a mudança de modelo de trabalho, contudo essas lojas apresentam um crescimento acima do mercado mesmo após da consolidação do modelo.

Em relação ao número de farmácias, as redes populares começaram 2016 com 255 lojas abertas em todo o país e terminaram atingindo a marca de 402 lojas, mas, o mais relevante é a conquista de mercados estratégicos que pareciam muito complexos pela distância, como é o caso de aberturas de lojas no Acre e no Pará.

“Temos o objetivo de atuar nas mais variadas localidades do país, assim, montar uma logística para atender filiados nessas localidades e ver os ótimos resultados obtidos é estratégico para a Farmarcas. Garantindo que não existem fronteiras dentro do país para esse modelo inovador de farmácia”, explica Edison Tamascia, presidente da Farmarcas.

Posicionamento estratégico

Essas redes populares possuem posicionamento estratégico bem definido que é serem reconhecidas em qualquer lugar do Brasil como referência em preço baixo ao consumidor com um alto nível de atendimento, mesclando isso com um alto padrão de padronização de layout e excelência na gestão.

“Infelizmente ainda se tem uma percepção por parte dos empreendedores de que lojas populares não priorizam a qualidade e a boa gestão. Com o modelo adotado e os resultados apresentados quebramos esse paradigma. A satisfação dos proprietários das lojas é tão positiva que grande parte está projetando ou abrindo novas farmácias”, conta Tamascia.

A Farmarcas busca proporcionar constante capacitação para as farmácias das redes associadas e com um modelo de gestão de negócios que inova oferecendo facilidade no acesso de informações estratégicas na tomada de decisão.

Outro benefício se dá na negociação coletiva com fornecedores, como ocorre com a obtenção de taxas mais competitivas junto às operadoras de cartão de crédito e débito e com compras em condições comerciais agressivas.

Porém a complexidade dessa operação se limita a sua sede central, localizada em São Paulo, sendo que para as farmácias as estratégias são passadas de forma simplificada e ágil, permitindo que o proprietário da farmácia tenha maior foco e assertividade em ações que visem o crescimento do negócio.

Fonte: Segs

Qual sua opinião? Deixe seu comentário:



Palavras-chave , , ,
Mercado farmacêutico
0
Conectando
Por favor, aguarde...
Como podemos ajudar?

Envie sua mensagem, logo retornaremos:

* Nome
* E-mail
Telefone
* Mensagem
Atendimento on-line

Como podemos ajudar?

Estamos on-line, fique à vontade para iniciar uma conversa com a M2Farma.

* Nome
* Email
Telefone
* Mensagem
Atendimento on-line
Feedback

Help us help you better! Feel free to leave us any additional feedback.

How do you rate our support?

Agradecemos sua visita ao blog e convidamos a conhecer nosso trabalho. Visite www.m2farma.com

Receba as últimas notícias sobre varejo farmacêutico, ANVISA, Farmácia Popular e convênios PBMs: