Mulheres representam 68% na hora de comprar medicamentos

Compartilhe:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someone

mulheres representam 68 por cento comprando medicamentosDe acordo com dados da Drogaria Nova Esperança, um dos principais varejistas de e-commerce do setor, as mulheres representam cerca de 68% na hora de comprar medicamentos pela internet. “As mulheres sempre ficaram encarregadas dessa tarefa de comprar, procurar e se preocupar com a saúde dela e da família,” ressalta o diretor do delivery de medicamentos, Marcos Dávida.

Em contrapartida, os homens correspondem 32% das transações. “Entretanto, hoje podemos observar um cenário mais equilibrado entre os gêneros”, destaca. “A população atual se preocupa com qualidade de vida, alimentação controlada e exercícios regulares. Essa geração quer viver mais e melhor”, diz o executivo.

Os medicamentos são divididos em três categorias: referência, genéricos e similares. Os genéricos garantem ao consumidor uma economia em média de 50%, dependendo do estabelecimento. E os similares saem até 20% mais em conta na hora da compra, independente de serem adquiridos em lojas físicas ou virtuais.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário:



Palavras-chave ,
Mercado farmacêutico, Marketing Farmacêutico

Seja bem-vindo(a) ao blog da M2Farma.

Neste espaço reunimos notícias sobre assuntos regulatórios e o varejo farmacêutico.

Nosso trabalho é facilitar a burocracia técnica, saiba mais.

Siga-nos:

📫 Receba por e-mail

Receba as últimas notícias sobre varejo farmacêutico, ANVISA, Farmácia Popular e Convênios PBM direto no seu e-mail:





📬 Receba as últimas notícias sobre o varejo farmacêutico, Farmácia Popular, ANVISA, convênios PBM e mais: