O que você precisa saber sobre a gripe

Compartilhe:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someone

O que você precisa saber sobre a gripe


Todo ano você ou um conhecido seu fica gripado, e ainda assim muitas dúvidas sobre essa doença andam por aí sem respostas. É justamente na falta de informação que mora o perigo.

A Organização Mundial da Saúde estima que cerca de 10% da população é infectada pelo vírus influenza todo ano, e que 1,2 bilhão de pessoas, principalmente crianças e idosos, têm risco elevado de desenvolver complicações mais sérias.

Hoje em dia sabemos que a gripe é causada por mais de um vírus. A Influenza é classificada como A e B, sendo que cada uma possui subtipos. Entre os que circulam atualmente, os mais comuns são o H1N1 e o H3N2, ambos do tipo A, além de outras duas linhagens da Influenza B. A boa notícia é que já temos vacinas!

Até 2014, estavam disponíveis apenas as vacinas trivalentes, garantindo a proteção contra o H1N1, H3N2 e uma cepa de uma das linhagens da Influenza B. Atualmente, as vacinas quadrivalentes contemplam, além dessas três, a outra linhagem da Influenza B, sendo assim uma arma a mais na luta contra a doença.

Como ocorre a transmissão?

Quem não se protege, fica exposto! O vírus é lançado no ar e em qualquer superfície por meio das tosses e espirros de pessoas contaminadas. A partir daí, respirar ou tocar nessas superfícies e levar a mão aos olhos, nariz ou boca é suficiente para que ele entre no organismo.

Vale lembrar que, normalmente, o período em que alguém gripado pode transmitir o vírus vai de um dia antes do início dos sintomas a sete dias depois. Ou seja, todo cuidado é pouco!

Quais os sintomas?

  • Calafrio
  • Febre
  • Dor no corpo
  • Dor de cabeça e nos olhos
  • Sensação de ardor no peito
  • Coriza
  • Tosse
  • Congestão nasal
  • Náusea e vômitos (especialmente em crianças)
  • Fadiga

Como posso prevenir?

Alguns hábitos simples no dia a dia podem te afastar da gripe! Nas ruas você está mais exposto ao vírus, por isso é indispensável lavar as mãos ao chegar em casa, no trabalho ou na escola. E pouco importa onde você esteja: evite levar as mãos aos olhos, nariz e boca a todo momento!

Essas medidas são importantes, mas ainda não garantem a sua proteção. A melhor prevenção ainda é a vacina, recomendada a todos a partir dos 6 meses de vida e com doses anuais.

É importante ressaltar que a vacina não causa gripe, já que é composta apenas de vírus inativado (morto). Os possíveis efeitos colaterais são raros e leves: desconforto, vermelhidão ou dor no local da aplicação.

Gripei, e agora?

  • Repouso! Fique em casa, descanse e dê um tempo pro seu corpo se recuperar;
  • Beba muita água.
  • Dê preferência a comidas leves e de fácil digestão.
  • Nada de se automedicar!
  • Se o problema persistir ou piorar, procure um médico imediatamente!

Lembre-se sempre de evitar ao máximo o contato com outras pessoas para não propagar o vírus.

Ficou alguma dúvida? Conte com a gente!

Fonte: https://imunovidavacinas.com.br/o-que-voce-precisa-saber-sobre-a-gripe-2/

Qual sua opinião? Deixe seu comentário:



Palavras-chave , , , , , ,
Mercado farmacêutico

Seja bem-vindo(a) ao blog da M2Farma.

Neste espaço reunimos notícias sobre assuntos regulatórios e o varejo farmacêutico.

Nosso trabalho é facilitar a burocracia técnica, saiba mais.

Siga-nos:

📫 Receba por e-mail

Receba as últimas notícias sobre varejo farmacêutico, ANVISA, Farmácia Popular e Convênios PBM direto no seu e-mail:





Do NOT follow this link or you will be banned from the site!

📬 Receba as últimas notícias sobre o varejo farmacêutico, Farmácia Popular, ANVISA, convênios PBM e mais: