Polícia prende dona de farmácia que vendia produtos desviados do GDF

Compartilhe:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someone

A Polícia Civil prendeu dois proprietários de drogarias em Ceilândia por tráfico de entorpecentes e receptação qualificada de remédios desviados da Secretaria de Saúde do DF (SES-DF), nesta quinta-feira (23/2). A operação foi realizada na Farmácia do Trabalhador e na Popular Farma, ambas situadas no Conjunto H da QNM 17.

Foram presos Rita Verônica de Sousa Rocha, dona da Popular Farma, e Alisson Guilherme de Sousa Beserra, da Farmácia do Trabalhador. De acordo com a Polícia Civil, no primeiro estabelecimento, foram encontrados medicamentos pertencentes à SES-DF. Já na segunda farmácia, os policiais encontraram medicamentos de uso restrito sem autorização da Vigilância Sanitária do DF (Visa-DF).

Fruto de uma denúncia anônima, a operação foi comandada pela Coordenação de Repressão a Fraudes (Corf) da PCDF. A iniciativa foi realizada em parceria com a Visa-DF. Fiscais da Saúde entraram nos estabelecimentos para fazer a inspeção, enquanto policiais civis aguardavam na área externa.
Após a constatação dos crimes, os suspeitos foram autuados. Caso seja condenada, Rita Sousa pode pegar entre três e oito anos de reclusão. Já Alisson de Sousa pode ser sentenciado a até 15 anos de prisão.

 

Fonte: Metrópoles

Qual sua opinião? Deixe seu comentário:



Palavras-chave , ,
Mercado farmacêutico, Legislação e regulamentações
0
Conectando
Por favor, aguarde...
Como podemos ajudar?

Envie sua mensagem, logo retornaremos:

* Nome
* E-mail
Telefone
* Mensagem
Atendimento on-line

Como podemos ajudar?

Estamos on-line, fique à vontade para iniciar uma conversa com a M2Farma.

* Nome
* Email
Telefone
* Mensagem
Atendimento on-line
Feedback

Help us help you better! Feel free to leave us any additional feedback.

How do you rate our support?

Agradecemos sua visita ao blog e convidamos a conhecer nosso trabalho. Visite www.m2farma.com

Receba as últimas notícias sobre varejo farmacêutico, ANVISA, Farmácia Popular e convênios PBMs: