Reajuste no preço de medicamentos varia de 5% a 7,7%

Compartilhe:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someone

reajuste aumento preço remédiosA decisão tem validade para mais de nove mil produtos

Foi publicado nesta terça-feira (31/03) no Diário Oficial da União resolução da Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (Cmed) estabelecendo reajuste de 5% a 7,7%, de acordo com o produto.
A Cmed determinou três faixas de aumento. O reajuste mais alto, de 7,7%, será para medicamentos da classe em que a participação dos genéricos no faturamento é igual ou superior a 20%. Mais da metade dos medicamentos está nessa categoria.
Na segunda categoria, estão produtos de classes de com participação de genéricos entre 15% e 20%, o aumento será de 6,35%. Nela está o menor número de fármacos, cerca de 2,5% do total. Por último, com 43% dos produtos vendidos, está a classe com participação de genéricos com faturamento abaixo de 15%, em que o reajuste será de 5%.

No ano passado, o reajuste máximo também foi equivalente ao índice acumulado no período, de 5,68%. A estimativa oficial é que haja uma redução na ordem de R$ 100 milhões nos gastos com medicamentos no País.

Fonte: Valor Econômico

Qual sua opinião? Deixe seu comentário:



Palavras-chave , ,
Mercado farmacêutico, Legislação e regulamentações

📬 Receba as últimas notícias sobre o varejo farmacêutico, Farmácia Popular, ANVISA, convênios PBM e mais: