Sanofi e Regeneron testam medicamento para casos graves do coronavírus

kevzara sarilumab A Regeneron Pharmaceuticals e a Sanofi anunciaram o início de um ensaio clínico para avaliar o Kevzara (sarilumab) em pacientes hospitalizados gravemente em consequência de infecção do novo coronavírus COVID-19.

O estudo avaliará a eficácia da adição do uso do Kevzara nos cuidados de suporte usuais, em comparação com o placebo, em até 400 pacientes em 16 locais nos Estados Unidos.

A primeira parte do estudo de duas fases avaliará o impacto do Kevzara na febre e a necessidade de oxigênio suplementar dos pacientes. A segunda parte avaliará a melhoria nos resultados a longo prazo, incluindo a redução da necessidade de ventilação mecânica, oxigênio suplementar, hospitalização e prevenção da morte.

O sarilumabe é um anticorpo monoclonal humano que inibe a expressão de uma citocina pró-inflamatória chamada interleucina-6 (IL-6), bloqueando seu receptor. Acredita-se que a IL-6 desempenhe um papel fundamental na resposta inflamatória hiperativa nos pulmões de pacientes com infecções graves por COVID-19.

Fonte: PFarma

Qual sua opinião? Deixe seu comentário: