Arquivo do blog

Varejo farmacêutico aumenta 12,4% em 2018 no acumulado do ano

mercado farmaceutico

(Texto atualizado em 04/12/2018 às 12:54 pm)

Vendas de medicamentos crescem na AbradilanAs vendas em farmácias registraram aumento de 12,4% em setembro, considerando o acumulado do ano, em comparação ao mesmo período do ano passado. Assim, o faturamento de R$ 33 bilhões em 2015 passou para R$ 37 bilhões neste ano. Já o número de doses comercializadas saiu de 104 bilhões para 109 bilhões; crescimento de 4,9%.

Os dados acabam de ser divulgados pela IMS Health e foram compilados pela INTERFARMA (Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa). “Em comparação com os demais setores, o farmacêutico consegue ser mais resistente às crises porque medicamentos são produtos de primeira necessidade”, afirma Antônio Britto, presidente-executivo da INTERFARMA. Leia mais ›


Palavras-chave , , ,
Mercado farmacêutico





Modelo de farmácias populares vem conquistando espaço em todo país

A aposta em um modelo de farmácias atrativas, com aparências chamativas, instalações práticas e preços competitivos, fez com que as lojas das redes populares ligadas a Farmarcas conquistassem um expressivo crescimento no mercado.

Somando todas as lojas dessas redes populares – Ultra Popular, Super Popular e Maxi Popular – se obtém um índice de crescimento orgânico no faturamento de 83,44%, chegando ao montante de R$683.314.990,00, em 2015 o faturamento foi de R$372.500.855,00. Esses números resultam da soma do crescimento no número das lojas e do aumento do faturamento individuais. Leia mais ›


Palavras-chave , , ,
Mercado farmacêutico





Notícia sobre possível venda faz ação da Hypermarcas subir 4%

Em comunicado ao mercado, empresa afirmou que não hátratativas relativas à venda de participações

As ações ordinárias da Hypermarcas fecharam ontem com a maior alta do Ibovespa, após notícias veiculadas na imprensa de que os principais controladores da companhia – entre eles, João Alves de Queiroz Filho, o Júnior – teriam colocado a empresa à venda. Os papéis encerraram o dia com aumento de 3,83%, a R$ 30,35. Leia mais ›


Palavras-chave , , , ,
Mercado farmacêutico, Indústria farmacêutica





Aumento das alíquotas de ICMS no Ceará a partir de 2017

Conforme Lei Nº 16.177, de 27 de dezembro de 2016, a alíquota geral do estado do Ceará passará de 17% para 18% no imposto sobre a circulação de mercadorias e serviços (ICMS), a partir de 01 de abril de 2017, quando a medida entrará em vigor.

Dessa forma, de modo a nos antecipar, estamos lançando um manual de instruções para alteração do ICMS, porém, é importante ressaltar, que essa  alteração deverá ser realizada apenas a partir do dia 01/04/2017. Leia mais ›


Palavras-chave , , ,
Mercado farmacêutico, Indústria farmacêutica, Legislação e regulamentações





Remédio poderá subir até 5,1% neste ano, diz Interfarma

Depois do aumento autorizado de 12,5% em 2016, os preços de medicamentos no país terão reajuste bem mais baixo neste ano. Segundo cálculo preliminar da Associação Brasileira da Indústria Farmacêutica de Pesquisa (Interfarma), o aumento mínimo deve ficar entre 1,47% e 1,7% e o máximo, entre 4,87% e 5,1%.

 

Fonte: Jornal Valor Econômico


Palavras-chave , ,
Mercado farmacêutico, Indústria farmacêutica





Medicamentos devem aumentar 3,4% em abril, estima setor

Reajuste oficial será divulgado pelo governo no dia 31 de março.

BRASÍLIA E SÃO PAULO- O brasileiro vai gastar mais na farmácia a partir de abril. Os medicamentos devem subir, em média, 3,4% nas contas da Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa (Interfarma). Os cálculos ainda são preliminares, porque foram feitos com as estimativas para a inflação do mês de fevereiro, já que o índice ainda não foi divulgado oficialmente. Leia mais ›


Palavras-chave , ,
Indústria farmacêutica, Legislação e regulamentações





Reajuste no preço de medicamentos varia de 5% a 7,7%

reajuste aumento preço remédiosA decisão tem validade para mais de nove mil produtos

Foi publicado nesta terça-feira (31/03) no Diário Oficial da União resolução da Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (Cmed) estabelecendo reajuste de 5% a 7,7%, de acordo com o produto.
A Cmed determinou três faixas de aumento. O reajuste mais alto, de 7,7%, será para medicamentos da classe em que a participação dos genéricos no faturamento é igual ou superior a 20%. Mais da metade dos medicamentos está nessa categoria.
Leia mais ›


Palavras-chave , ,
Mercado farmacêutico, Legislação e regulamentações





Seja bem-vindo(a) ao blog da M2Farma.

Neste espaço reunimos notícias sobre assuntos regulatórios e o varejo farmacêutico.

Nosso trabalho é facilitar a burocracia técnica, saiba mais.

Siga-nos:

📫 Receba por e-mail

Receba as últimas notícias sobre varejo farmacêutico, ANVISA, Farmácia Popular e Convênios PBM direto no seu e-mail:





📬 Receba as últimas notícias sobre o varejo farmacêutico, Farmácia Popular, ANVISA, convênios PBM e mais: