Arquivo do blog

Consumidor paga muito imposto para comprar medicamentos

A indústria farmacêutica produtora de genéricos está otimista com a retomada do crescimento a partir de 2019. Telma Salles, presidente da Pró-Genéricos, entidade que representa os laboratórios, disse que os desafios do setor passam pela redução da carga tributária e ampliação do acesso a medicamentos, bandeiras defendidas pelas indústrias nos últimos anos. De acordo com ela, as indústrias continuam comprometidas a fazer os investimentos, mas é preciso maior previsibilidade para que as companhias possam pensar no País a longo prazo. “O consumidor brasileiro paga muito imposto para comprar medicamento. É preciso reduzir a carga tributária”, afirmou a executiva.

Qual a principal agenda de discussão das indústrias produtoras de genéricos? Estamos depositando nossas expectativas em uma agenda positiva para o setor. Batalhamos por um marco regulatório previsível para garantir que os investimentos não sejam desperdiçados e pela ampliação do acesso a medicamentos. O Instituto Nacional de Propriedade Industrial (Inpi) não pode ficar de fora dessas discussões. Batemos sempre o martelo nessa questão.

Leia mais ›


Palavras-chave , , , , , ,
Mercado farmacêutico





Reajuste de preço já é visto nas prateleiras

Após a autorização do Conselho de Ministros da Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED), os medicamentos começam a ter seus preços reajustados. Os aumentos já podem ser vistos nas prateleiras, principalmente daqueles produtos de uso contínuo, como os contra colesterol e triglicérides. Leia mais ›


Palavras-chave , , ,
Indústria farmacêutica





Similares vão ganhar selo de equivalência a partir de janeiro

Similares-vão-ganhar-selo-de-equivalênciaA medida deverá promover concorrência entre os laboratórios.

Eles têm os preços em média 40% mais baixos nas farmácias, mas ainda são preteridos pelos consumidores. São os medicamentos similares. A partir de janeiro, a preferência poderá aumentar porque esses produtos ganham o selo de equivalência (EQ). O requisito garante a intercambialidade (troca) pelo produto de marca. Para ter o selo e declarar na bula que é gêmeo idêntico ao medicamento de referência, o similar terá que fazer o teste comprovando a sua eficácia junto à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A medida deverá promover a concorrência entre os laboratórios, além de aumentar o poder de escolha da população na compra de medicamentos. Leia mais ›


Palavras-chave , , , ,
Mercado farmacêutico





Farmais aposta nos dermocosméticos em seu mix de produtos para beleza

(Texto atualizado em 03/10/2014 às 10:13 am)

Farmais-aposta-dermocosméticos-mix-produtos-belezaHomens e mulheres estão mais atentos aos lançamentos de produtos que agem nas camadas da pele.

Antenada com o interesse dos brasileiros por produtos de beleza, principalmente os que agem nas camadas mais profundas da pele, a rede de farmácias Farmais disponibiliza para seus consumidores, em seu mix de produtos, linhas de dermocosméticos. A rede tem em suas prateleiras loções, cremes, protetores solares e fragrâncias, entre outros produtos para quem busca constantemente o bem-estar e está preocupado com o corpo e a pele.

Leia mais ›


Palavras-chave , , , ,
Mercado farmacêutico





Justiça mantém venda de artigos de conveniência em farmácias do Rio, Minas e Roraima

(Texto atualizado em 23/11/2016 às 05:48 pm)

venda-artigos-conveniência-farmácias-Rio-Minas-RoraimaSTF rejeitou ações que tentavam impedir a comercialização.

O Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou ações da Procuradoria Geral da República (PGR) que tentavam impedir a comercialização de artigos de conveniência em farmácias e drogarias nos Estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro e Roraima. Caso a venda fosse realmente proibida, a receita dos estabelecimentos poderia registrar retração de até 30%.

Leia mais ›


Palavras-chave , , , ,
Mercado farmacêutico, Legislação e regulamentações





Governo Federal amplia incentivo fiscal para medicamentos

Governo-Federal-amplia-incentivo-fiscal-medicamentos75,4% dos medicamentos comercializados no País ficam isentos de PIS/COFINS

O Governo Federal ampliou a lista de substâncias usadas na fabricação de medicamentos que ficam livres da cobrança dos tributos PIS/Pasep e COFINS. O decreto publicado no Diário Oficial da União em 27/06 inclui 174 substâncias na chamada “lista positiva”, que passa a contar com mais de mil itens sujeitos ao regime especial. Com a edição do novo Decreto, 75,4% dos medicamentos comercializados no País ficam isentos do PIS/COFINS.

Leia mais ›


Palavras-chave , , , , , , ,
Legislação e regulamentações





Faturamento de farmácias avança 13,7% no primeiro semestre de 2014

Farmácias-avançam-no-faturamento-primeiro-semestre-2014Apesar do efeito negativo da Copa do Mundo, as grandes redes de farmácias do país cresceram mais no primeiro semestre deste ano do que no mesmo período de 2013, de acordo com dados da Abrafarma (associação brasileira do segmento).Com um faturamento de R$ 15,6 bilhões, o setor avançou 13,69%. Nos seis primeiros meses de 2013, a elevação havia atingido 12,04%.

Leia mais ›


Palavras-chave , , , , , ,
Mercado farmacêutico





Burocracia da Anvisa dificulta funcionamento de farmácias

burocracia-da -Anvisa-dificulta-funcionamento-de-farmáciasDrogarias e farmácias espalhadas por todo o Brasil chegam a esperar cerca de oito meses por autorização de funcionamento emitida pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A dificuldade em conseguir o documento deixa os estabelecimentos sujeitos a punições nas esferas administrativa e judicial, e impedidos de comprar medicamentos com seus fornecedores, segundo especialistas ouvidos pelo DCI.

A falta da autorização emitida pela instituição acaba sendo um grave problema para os estabelecimentos. Sem ela, as empresas podem sofrer autuações por unidades da vigilância sanitária local e pela própria Anvisa.

Leia mais ›


Palavras-chave , , , , , , , ,
Legislação e regulamentações, ANVISA





Rede de farmácias CVS volta às compras no País

Rede-farmácias-CVS-volta-as-compras-no-PaísApós comprar a rede de farmácias Onofre, marcando sua entrada no Brasil, o CVS Caremark, maior grupo de varejo farmacêutico e serviços de saúde dos Estados Unidos, está de olho em novos ativos no mercado brasileiro. A gigante americana contratou o Pátria Investimentos para prospectar negócios.

Executivos do grupo americano tiveram conversas com Drogaria São Paulo/Pacheco, formada pela fusão da rede paulista e carioca, com o grupo Raia Drogasil, também fruto de fusão, e com BR Pharma, do BTG, segundo fontes familiarizadas com o assunto.

Leia mais ›


Palavras-chave , , , , , , ,
Mercado farmacêutico





Anvisa oficializa redução de imposto nos medicamentos

(Texto atualizado em 05/05/2017 às 06:26 am)

redução-de-impostos-medicamentosA Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) publicou, nesta segunda-feira (21), uma atualização da lista com os preços máximos de venda dos medicamentos no país.

Segundo o Ministério da Saúde, a nova lista já inclui uma redução aproximada de 12% nos preços limites pela liberação da cobrança de dois tributos. A lista completa com o teto para todos os medicamentos vendidos no país está no site da Anvisa.

A lista completa com teto pode ser vista clicando neste link: Lista

Leia mais ›


Palavras-chave , , , , ,
Mercado farmacêutico





Netfarma desenvolve nova versao do seu site mobile e disponibiliza promoções para quem usa

net-farma-vendas-online-faciliade-consumidorA farmácia online Netfarma lançou uma nova versão do seu site mobile, feito para smartphones e tablets. Com essa inovação, o player espera aumentar a velocidade de navegação e facilitá-la, além de disponibilizar promoções exclusivas a usuários desta versão. “Aguardamos resultados positivos com a implantação do mobile-commerce. Nosso objetivo é oferecer a melhor experiência para o consumidor”, afirma Edilaine Godoi, gerente de E-Commerce da Netfarma.

 

Fonte: Jornal DCI


Palavras-chave , , , , ,
Mercado farmacêutico





Estudo da IMS aponta, grandes farmácias ganham espaço mas não são maioria

brasil-mercado-farmacia-independente-crescimento-novos-pontos-vendaA participação de mercado das grandes redes de farmácias na venda de medicamentos e outros produtos como itens de higiene e beleza vem crescendo enquanto varejistas independentes perdem espaço. A conclusão é de estudo da IMS Distribution Studies divulgado pela Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma).

De acordo com a pesquisa, as farmácias geridas por grandes grupos devem deter 61% do volume total do mercado em quatro anos. O varejo farmacêutico é conhecido por sua fragmentação, mas movimentos de fusão e aquisição permitiram o surgimento de gigantes como a Raia Drogasil, a Brasil Pharma e a DPSP, fruto da união das Drogarias Pacheco e São Paulo.

Leia mais ›


Palavras-chave , , , , , , ,
Mercado farmacêutico





Seja bem-vindo(a) ao blog da M2Farma.

Neste espaço reunimos notícias sobre assuntos regulatórios e o varejo farmacêutico.

Nosso trabalho é facilitar a burocracia técnica, saiba mais.

Siga-nos:

📫 Receba por e-mail

Receba as últimas notícias sobre varejo farmacêutico, ANVISA, Farmácia Popular e Convênios PBM direto no seu e-mail:





Do NOT follow this link or you will be banned from the site!

📬 Receba as últimas notícias sobre o varejo farmacêutico, Farmácia Popular, ANVISA, convênios PBM e mais: