Arquivo do blog

Grupo Fini anuncia marca corporativa global

Grupo Fini anuncia marca corporativa global

The Fini Company engloba as marcas Fini e Dr. Good que, juntas, representam cerca de 50% dos negócios do grupo

Em comemoração aos 50 anos do grupo na Espanha e 20 anos no Brasil, nasce em 2021 a The Fini Company.

A marca corporativa do grupo que abarca as marcas Fini e Dr. Good. 

Como símbolo dessa integração global, o Brasil foi escolhido para liderar o projeto e reunir todas as empresas, com o propósito de unificar imagem, valores e a estrutura para o futuro dos negócios.

Para dar vida ao projeto, o grupo também contou com a FutureBrand São Paulo, consultoria global de branding focada na criação de future-proof brands.

No Brasil, a Fini é líder no segmento de candies, e Dr. Good é a primeira linha completa de suplementos vitamínicos em formato de goma.

Grupo Fini anuncia marca corporativa global

Juntas, as marcas representam cerca de 50% dos negócios do grupo, que cresce no País a um ritmo de dois dígitos por ano, nos últimos dez anos. 

Então, para suportar esse crescimento, foram investidos no Brasil desde 2018 aproximadamente R$ 60 milhões em ampliação de fábrica, novos equipamentos e tecnologias.

Atualmente, a empresa também conta com mais de 1.400 colaboradores, mais de 300 produtos em seu portfólio, 200 mil pontos de venda e 90 franquias.

O plano da The Fini Company para os próximos anos é, portanto, fortalecer cada vez mais as marcas com a expansão acelerada dos negócios em todo o mundo.

“Protagonistas em seus países, Brasil e Espanha, agora mais unidos, abrem uma frente de trabalho colaborativo ampliada, que fortalece principalmente as exportações e a atuação em novos mercados e canais”, conclui o diretor-geral da The Fini Company Brasil, Donizeti Ferreira.

Fonte: Fini

Foto: Shutterstock


Palavras-chave , , , , ,
Mercado farmacêutico, Indústria farmacêutica, Legislação e regulamentações





Global negocia devolução de R$ 20 milhões ao Ministério da Saúde

ministério da saúde



ministério da saúde
Créditos: Okskaz | iStock

Dentro da crise entre o Ministério da Saúde e a Anvisa, a empresa Global Gestão em Saúde S. A. negocia devolver R$ 20 milhões ao ministério após descumprimento de contrato decorrente de licitação realizado há mais de 1 ano para entrega de medicamentos de alto custo (Aldurazyme, Fabrazyme, Myozyme) que seria distribuídos a pacientes de doenças raras que obtiveram acesso ao tratamento pelo SUS na justiça.

A Anvisa se opôs à compra diante da não apresentação de documentos da Global, exigidos para a importação. O ministro da Saúde acusou-a de impedir a quebra de monopólios e a redução de custos em compras judicializadas.

A restituição será feita em 4 parcelas. A empresa também pagará mais de R$ 690 mil e atualizações monetárias. A Global disse ao JOTA que “tem cumprido todas as determinações do contrato” e que “não irá se manifestar até que as negociações para a quitação do contrato estejam concluídas”. (Com informações do Jota.Info.)





Publicado por: Juristas


Palavras-chave , , , , , , , , ,
Mercado farmacêutico





Seja bem-vindo(a) ao blog da M2Farma.

Neste espaço reunimos notícias sobre assuntos regulatórios e o varejo farmacêutico.

Nosso trabalho é facilitar a burocracia técnica, saiba mais.

Siga-nos:

📫 Receba por e-mail

Receba as últimas notícias sobre varejo farmacêutico, ANVISA, Farmácia Popular e Convênios PBM direto no seu e-mail:





Do NOT follow this link or you will be banned from the site!

📬 Receba as últimas notícias sobre o varejo farmacêutico, Farmácia Popular, ANVISA, convênios PBM e mais: