Arquivo do blog

Como as grandes redes de farmácias têm ampliado a oferta de serviços para fidelizar clientes?

como redes de farmácia estão fidelizando clientes

As farmácias brasileiras estão em ritmo intenso e planejam crescimento acelerado para os próximos anos, conforme dados da Abrafarma – Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias. Essa previsão mostra que a indústria farmacêutica está em plena expansão e saber se diferenciar da concorrência tornou-se um desafio ainda maior para os donos de estabelecimentos farmacêuticos. 

É por isso que muitas redes de farmácias, acompanhando esse movimento e também a própria modificação dos hábitos do consumidor, estão buscando meios de diversificar serviços e fidelizar seus clientes.  Leia mais ›


Palavras-chave , , , , , , , , , ,
Mercado farmacêutico, Indústria farmacêutica, ANVISA





Redes associadas à Ascoferj ficam isentas de pagar anuidade por filial

Redes associadas à Ascoferj ficam isentas de pagar anuidade por filial

A Ascoferj divulgou ontem (6/8) uma vitória obtida na 17ª Vara Federal do Rio de Janeiro, que concedeu uma decisão liminar proibindo o Conselho Regional de Farmácia do Estado do Rio de Janeiro (CRF-RJ) de cobrar anuidades das filiais de farmácias, drogarias e distribuidoras que não possuem capital social destacado no contrato social. Portanto, redes associadas à Ascoferj ficam isentas de pagar anuidade por filial ao CRF-RJ.

No Brasil, a maior parte das empresas não destaca capital específico para as filiais, sobretudo no varejo farmacêutico. É para esse grupo empresarial que a decisão liminar está direcionada. Na prática, significa dizer que se uma rede tem sete ou 200 lojas, pagará anuidade apenas pela matriz.

De acordo com o consultor jurídico da Ascoferj, advogado que vem acompanhando o processo desde fevereiro de 2020, trata-se de uma decisão sem precedentes no segmento varejista farmacêutico. “É uma decisão liminar fundamentada em precedentes do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que até então vinha tratando dessa questão apenas com os conselhos regionais de Química, cuja origem é um processo envolvendo o CRQ de São Paulo”, explica Semblano. Segundo o advogado, o próximo passo é o parecer do Ministério Público Federal e, logo depois, a sentença.

O presidente da Ascoferj, Luis Carlos Marins, comentou a decisão: “Entendemos que a atribuição do CRF-RJ, como órgão de categoria, é cobrar do profissional farmacêutico e não da farmácia. Essa decisão, ao menos, reduz os custos anuais das redes com a taxa de anuidade, que agora passa a ser paga apenas pela matriz”.

Para a ABCFarma, entidade que representa o varejo farmacêutico a nível nacional, a decisão obtida pela Ascoferj de isentar filiais do pagamento de anuidade ao CRF-RJ é um importante precedente, tornando-se referência para as entidades dos demais estados da Federação, as quais poderão buscar igual direito às farmácias e drogarias do restante do País.

“O trabalho jurídico desenvolvido pela Ascoferj, ao assegurar aos estabelecimentos a correta aplicação da lei, fortalece o setor varejista farmacêutico. Importante dizer que a maioria dos estados brasileiros possui norma obrigando o pagamento de anuidade pelas filiais de farmácias que tenham capital social destacado no contrato social”, destaca Rafael Espinhel, consultor jurídico da ABCFarma.

O CRF-RJ ainda pode recorrer da decisão, mas, enquanto estiver em vigor, fica sujeito à multa de R$ 500 por cada cobrança indevida. 

Fonte: ASCOFERJ


Palavras-chave , , , , , , , ,
Mercado farmacêutico, Indústria farmacêutica, ANVISA





Tomar vacina na farmácia: grandes redes já estão vacinando

(Texto atualizado em 17/05/2018 às 04:48 pm)

As farmácias e drogarias começam a aderir à aplicação de vacinas em suas salas clínicas. No início do ano, Drogasil foi a primeira a oferecer o serviço em São Paulo, na unidade da Rua Pamplona, 1.792, mas a imunização já se tornou realidade em outras cinco redes.

A Droga Raia disponibiliza a vacinação contra a gripe desde o dia 27 de abril, na unidade da Rua São Jorge, 300, no centro de Florianópolis. Diferentemente da rede pública, a Drogasil e a Droga Raia podem vacinar todas as pessoas acima de dez anos. Outro diferencial é o valor médio 32% inferior ao de clínicas e laboratórios. A quadrivalente sai por R$ 98 e a trivalente, por R$ 88.

Caso o cliente não tenha carteirinha, esta será fornecida pelas lojas, que também aplicam vacinas contra hepatite B, herpes zoster e HPV. “A imunização representa um avanço do varejo farmacêutico na prestação de serviços à população. Estamos ampliando as possibilidades de prevenção e atingindo o propósito de cuidar da saúde e do bem-estar das pessoas em todos os momentos da vida”, afirma Marcilio Pousada, presidente da RD – Gente, Saúde e Bem-estar, proprietária das redes Droga Raia e Drogasil. Leia mais ›


Palavras-chave , , ,
Mercado farmacêutico





Logística é entrave de redes

um-dos-principais-empecilhos-para-desenvolvimento-das-redes-de-farmáciasCom grande potencial de crescimento, um dos principais empecilhos para o desenvolvimento das redes de farmácias está na negociação com a indústria.

Leia mais ›


Palavras-chave , , , ,
Mercado farmacêutico





Redes de farmácias aceleram expansão

Redes-farmácias-aceleram-expansãoAs redes de farmácias despontam entre as varejistas que mais estão investindo em expansão de número de lojas no Brasil. Diante de um mercado de varejo farmacêutico que ainda é muito pulverizado, líderes vem abrindo um número de lojas novas por ano na casa de uma centena, ritmo comparável ao de gigantes do varejo nacional, como Lojas Americanas ou o Grupo Pão de Açúcar, com seus minimercados. Para especialistas, as redes procuram ocupar novos espaços e ganhar mercado antes que a competição, inclusive de grupos estrangeiros, ganhe fôlego.

Leia mais ›


Palavras-chave , , , ,
Mercado farmacêutico





Seja bem-vindo(a) ao blog da M2Farma.

Neste espaço reunimos notícias sobre assuntos regulatórios e o varejo farmacêutico.

Nosso trabalho é facilitar a burocracia técnica, saiba mais.

Siga-nos:

📫 Receba por e-mail

Receba as últimas notícias sobre varejo farmacêutico, ANVISA, Farmácia Popular e Convênios PBM direto no seu e-mail:





Do NOT follow this link or you will be banned from the site!

📬 Receba as últimas notícias sobre o varejo farmacêutico, Farmácia Popular, ANVISA, convênios PBM e mais: