Arquivo do blog

Redução no tempo de análise do registro de medicamentos

(Texto atualizado em 05/11/2019 às 03:44 pm)

Dados da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) revelam que houve redução significativa no tempo de espera para a finalização da análise de pedidos de registro de medicamentos no Brasil, em pouco mais de um ano. Na prática, essa melhoria significou acesso mais rápido do brasileiro a novos tratamentos.

Um bom exemplo é a queda no período de espera para os pedidos referentes a medicamentos considerados prioritários, bem como para novas terapias para o tratamento, diagnóstico ou prevenção de doenças raras.

Até março de 2017, o pedido de registro de um novo produto farmacêutico levava, em média, 270 dias para ser avaliado. Agora, são aproximadamente 70 dias. Ainda na categoria dos medicamentos prioritários ou para doenças raras, o grupo de genéricos e similares teve redução na média de tempo de análise de 191 dias para 156. Leia mais ›


Palavras-chave , , , , ,
ANVISA





Trump anuncia programa para reduzir preço de medicamentos nos EUA

Donald Trump anunciou nesta sexta-feira (11) um plano para reduzir os preços dos medicamentos nos Estados Unidos, que estão entre os mais caros do mundo, mas a oposição democrata lhe acusou de não ir tão longe quanto havia prometido durante a campanha eleitoral.

“Vamos incrementar a concorrência e reduzir os obstáculos regulamentares para que os medicamentos possam chegar ao mercado rapidamente e mais baratos”, garantiu o presidente americano em discurso na Casa Branca com o secretário de Saúde, Alex Azar.

“Vamos eliminar os intermediários, que se tornaram muito, muito ricos”, garantiu.

O plano visa essencialmente baixar os preços dos medicamentos para os idosos e os aposentados que estão cobertos pelo programa de previdência social Medicare, mas não prevê a possibilidade, evocada por Trump em sua campanha eleitoral, de deixar a Medicare negociar diretamente o preço dos medicamentos com as empresas farmacêuticas para obter valores mais competitivos. Leia mais ›


Palavras-chave , , , ,
Mercado farmacêutico





Mobilização para diminuir os impostos em medicamentos

redução-impostos-medicamentos

Mobilização quer arrecadar 10 milhões de assinaturas

O setor farmacêutico decidiu lutar contra os impostos ao desenvolver uma campanha que pede a desoneração e taxas incidentes sobre os medicamentos. Em média, a carga de tributárias dos medicamentos de uso humano é de 33,87%, bem superior a incidente sobre aqueles destinados a animais, que é de 13,11%. A campanha será lançada oficialmente em outubro, mas já está sendo divulgada em algumas farmácias através de folhetos explicativos.

O objetivo da mobilização é arrecadar 10 milhões de assinaturas em seis mil estabelecimentos do País que servirão de apoio às ações da Frente Parlamentar para Desoneração de Medicamentos da Câmara dos Deputados.

A campanha foi elaborada pela Associação Brasileira das Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma) e pela Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa (Interfarma). Em algumas drogarias da avenida Santo Amaro, na zona Sul da capital paulista, o abaixo assinado já está à disposição de seus clientes.

 

Fonte: Diário do Comércio


Palavras-chave , ,
Mercado farmacêutico, Indústria farmacêutica





Seja bem-vindo(a) ao blog da M2Farma.

Neste espaço reunimos notícias sobre assuntos regulatórios e o varejo farmacêutico.

Nosso trabalho é facilitar a burocracia técnica, saiba mais.

Siga-nos:

📫 Receba por e-mail

Receba as últimas notícias sobre varejo farmacêutico, ANVISA, Farmácia Popular e Convênios PBM direto no seu e-mail:





📬 Receba as últimas notícias sobre o varejo farmacêutico, Farmácia Popular, ANVISA, convênios PBM e mais: