Vendas de distribuidores de medicamentos sobem 18,7%.

Compartilhe:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someone

cresce-faturamento-das-empresas-de-distribuição-de-medicamentosEntre julho e setembro, as vendas somaram R$ 3,23 bilhões. 

O faturamento das empresas de distribuição de medicamentos cresceu 18,7% no terceiro trimestre de 2014 na comparação com o mesmo período do ano anterior, segundo dados da Associação Brasileira de Distribuição e Logística de Produtos Farmacêuticos (Abradilan).

Entre julho e setembro, as vendas somaram R$ 3,23 bilhões. Na comparação com o trimestre imediatamente anterior, a alta foi de 7,67%. Considerando o volume de unidades vendidas, no terceiro trimestre deste ano a entidade alcançou 203,836 bilhões de itens, um aumento de 14,03% ante igual período de 2013.

Na comparação com o segundo trimestre, houve crescimento de 8,08%. Em nota, o diretor executivo da Abradilan, Geraldo Monteiro, considerou que o crescimento nas vendas dos associados está acima da média de todo o setor.

No terceiro trimestre, segundo o IMS Health, as vendas no setor cresceram em volume 7,34% na comparação com o mesmo período do ano anterior. A Abradilan afirma que é responsável pela distribuição de 19% das unidades de medicamentos vendidas em todo o País. Seus 138 associados atendem 79% das 72,7 mil farmácias e drogarias do Brasil.

Fonte: Guia da Farmácia

Qual sua opinião? Deixe seu comentário:



Palavras-chave , , ,
Mercado farmacêutico, Indústria farmacêutica
0
Conectando
Por favor, aguarde...
Como podemos ajudar?

Envie uma mensagem com sua dúvida, logo retornaremos para você:

* Nome
* E-mail
Telefone
* Mensagem
Atendimento on-line

Como podemos ajudar?

Estamos on-line, fique à vontade para iniciar uma conversa com a M2Farma.

* Nome
* Email
Telefone
* Mensagem
Atendimento on-line
Feedback

Help us help you better! Feel free to leave us any additional feedback.

How do you rate our support?

📬 Receba as últimas notícias sobre o varejo farmacêutico, Farmácia Popular, ANVISA, convênios PBM e mais: