Arquivo do blog

Cinco medicamentos suspensos após inspeção em fábricas

Fiscalização foi realizada em dois produtores diferentes com fábricas localizadas fora do Brasil. Trabalho verifica condições de funcionamento e Boas Práticas de Fabricação de medicamentos.

Cinco medicamentos de dois fabricantes internacionais foram suspensos pela Anvisa nesta quinta-feira (26/10). A medida foi adotada após a realização de inspeções internacionais feitas pela Anvisa nos locais de fabricação.

Com isso, a importação, o comércio e o uso dos medicamentos ficam suspensam até que os fabricantes corrijam os problemas identificados. Leia mais ›


Palavras-chave , ,
ANVISA



Campanha ‘Traga de Volta’ incentiva coleta de remédios vencidos em farmácias do Leste de Minas

População vai poder descartar medicamentos vencidos ou não utilizados nos postos de coleta; nesse sábado (30), uma ação será realizada em Valadares, Ipatinga e Caratinga.

Os municípios de Governador Valadares, Caratinga e Ipatinga aderiram à campanha “Traga de Volta”, realizada pelo Conselho Regional de Farmácia de Minas Gerais. O objetivo é incentivar o cadastramento de farmácias da região para se tornarem postos de coletas de medicamentos vencidos ou não utilizados. Leia mais ›


Palavras-chave , ,
Mercado farmacêutico, Marketing Farmacêutico



Amazon planeja venda de medicamentos online

A Amazon está pensando em entrar no mercado farmacêutico para vender medicamentos e, segundo informações da CNBC, a gigante do e-commerce, aparentemente, vai decidir essa questão antes do Dia de Ação de Graças, que acontece no final de novembro. Leia mais ›


Palavras-chave , ,
Mercado farmacêutico, Marketing Farmacêutico



Importação de medicamentos cresce 182% em 10 anos

A participação das importações no mercado farmacêutico saltou 19 pontos percentuais em dez anos, chegando a representar 58% do total de medicamentos e insumos comercializados no País. Isso representa US$ 8,4 milhões dos US$ 16 milhões que o setor fatura por ano. “Essa tendência é preocupante porque revela um Brasil pouco amigável para investimentos no setor industrial, forçando o setor, por questões econômicas, a importar”, esclarece Antônio Britto, presidente-executivo da INTERFARMA (Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa). Leia mais ›


Palavras-chave , ,
Mercado farmacêutico



Importação de medicamentos mais que triplica em 10 anos

O avanço dos investimentos em ritmo inferior ao do crescimento do mercado farmacêutico tem contribuído para a crescente participação de medicamentos importados no Brasil. Em dez anos, até 2015, segundo levantamento da Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa (Interfarma), enquanto o faturamento do setor cresceu 79%, para US$ 16,1 bilhões, as importações de remédios saltaram 212%, a US$ 5,9 bilhões.

Considerando-se também os princípios ativos, cujas compras externas tiveram crescimento de 129% em dez anos e são fundamentais para a produção local, para US$ 2,5 bilhões, a participação dos importados no mercado brasileiro passou de 33% em 2005 para 52% em 2015.

 

 

Fonte: Jornal Valor Econômico


Palavras-chave , ,
Mercado farmacêutico



EUA pedem que Brasil apresse registro de medicamentos

O Representante Comercial dos Estados Unidos (USTR, na sigla em inglês) cobrou maior celeridade nos procedimentos para registro de patentes de medicamentos no Brasil num relatório em que mantém o país em lista negativa sobre proteção de propriedade intelectual. Leia mais ›


Palavras-chave , , ,
Indústria farmacêutica, ANVISA



Laboratórios dão descontos de até 68% em medicamentos

Grandes laboratórios farmacêuticos oferecem descontos de 20% a 68% sobre os preços de alguns medicamentos, sobretudo aqueles de uso contínuo que costumam ser os mais caros. É o caso por exemplo, do Lipitor 20mg, da Pfizer, que custa R$ 171,84 a caixa com 30 comprimidos e pode ser comprado por R$ 54,99, ou do Exelon, da Novartis, cujo valor pode passar de R$ 515 para R$ 262,65. Embora a prioridade dos programas sejam os remédios para doenças crônicas, é possível encontrar também produtos de uso mais corriqueiro, como o Cataflam, anticoncepcionais e até medicamentos contra impotência, como Viagra e Cialis. Leia mais ›


Palavras-chave , ,
Mercado farmacêutico, Marketing Farmacêutico



Reajuste de preços de medicamentos: entenda os três níveis que definem os índices

O valor do reajuste é acertado conforme as categorias dos medicamentos

O valor médio do reajuste de preços de 2017 é de 3,06%. Porém, os preços autorizados pela Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED) são definidos de acordo com sua categoria no mercado. Leia mais ›


Palavras-chave , , , ,
Mercado farmacêutico, Legislação e regulamentações



Como o mercado reagiu ao reajuste de preços de medicamentos

Opiniões e preocupações do mercado farmacêutico marcam o reajuste abaixo da inflação

As consequências de se ter custos que sobem segundo a inflação e reajustes que não seguem a mesma proporção são muitas. “Na teoria, a prática de projetar uma produtividade alta é forçar o setor a buscar maior eficiência, a produzir com custo menor e repassar isto para o consumidor. Na prática, o que acontece é que existe um limite. Não se consegue reduzir custo por 15 anos seguidos”, opina o diretor da Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa (Interfarma), Pedro Bernardo. Leia mais ›


Palavras-chave , , ,
Mercado farmacêutico, Indústria farmacêutica



Governo autoriza reajuste anual de até 4,76% nos medicamentos

O governo federal divulgou nesta sexta, em publicação no “Diário Oficial da União” (DOU), os índices do reajuste anual de medicamentos que podem ser aplicados a partir de hoje pela indústria. O reajuste médio ponderado é de 2,63% e, no máximo, pode chegar a 4,76%, confirmando cálculo feito anteriormente pela Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa (Interfarma). Leia mais ›


Palavras-chave , ,
Mercado farmacêutico, Legislação e regulamentações



Farmácia Popular: Recursos das unidades próprias serão realocados para compra de medicamentos

Decisão da CIT visa ampliar em R$ 100 milhões oferta nas farmácias básicas, já que 80% do valor do programa era custo administrativo. Gestor local pode avaliar a manutenção do serviço com recursos próprios ou transferidos

O Ministério da Saúde irá ampliar em R$ 100 milhões os recursos destinados para estados e municípios na compra dos medicamentos do Componente Básico da Assistência Farmacêutica. Estes fármacos são destinados às doenças mais prevalentes e prioritárias da Atenção Básica do Sistema Único de Saúde (SUS) e são adquiridos com contrapartida financeira estadual e municipal. Com o incremento de recursos, o valor enviado mensalmente para a compra passará de R$ 5,10 por habitante para R$ 5,58. Leia mais ›


Palavras-chave , , ,
Farmácia Popular



Faturamento com venda de medicamentos cresceu 12,9% nas farmácias em 2016

As vendas de medicamentos em farmácias não foram fortemente afetadas pela crise econômica enfrentada pelo país em 2016. É o que aponta um estudo da Close Up International, que mostrou que o faturamento cresceu 12,9% em 2016, passando de R$57 bilhões em 2015 para R$64,4 bilhões.

Entre 2015 e 2015 o aumento foi de 13,2%, apesar do aumento nos preços dos medicamentos na época. Leia mais ›


Palavras-chave , , ,
Mercado farmacêutico



Lista atualizada de medicamentos isentos de prescrição MIPs 2017

A lista de medicamentos isentos de prescrição traz os grupos de medicamentos que não precisam de receita médica para serem dispensados nas farmácias e drogarias em todo o Brasil. A listagem também prevê exceções e todos os detalhes necessários relacionados.

Reunimos neste post a lista mais recente contendo todos os medicamentos isentos de prescrição – também conhecidos como MIPs. A relação dos MIPs é atualizada com certa frequência e é de responsabilidade da farmácia ou drogaria manter-se informada à respeito de cada item. O trabalho faz parte da revisão da Agência sobre a regulação dos medicamentos isentos de prescrição. Leia mais ›


Palavras-chave , , , ,
Legislação e regulamentações



Farmácias podem ser obrigadas a coletar medicamentos vencidos

Uma proposição em andamento na Assembleia Legislativa pode obrigar as farmácias e drogarias de Mato Grosso a manter recipientes para a coleta de medicamentos, cosméticos, insumos farmacêuticos e correlatos, deteriorados ou vencidos.

O projeto de lei 05/2017, de autoria do deputado estadual Oscar Bezerra (PSB), foi lido em Plenário e seguirá para análise da comissão de mérito antes de ser submetido à primeira votação.
Leia mais ›


Palavras-chave , ,
Indústria farmacêutica, Legislação e regulamentações



Remédio poderá subir até 5,1% neste ano, diz Interfarma

Depois do aumento autorizado de 12,5% em 2016, os preços de medicamentos no país terão reajuste bem mais baixo neste ano. Segundo cálculo preliminar da Associação Brasileira da Indústria Farmacêutica de Pesquisa (Interfarma), o aumento mínimo deve ficar entre 1,47% e 1,7% e o máximo, entre 4,87% e 5,1%.

 

Fonte: Jornal Valor Econômico


Palavras-chave , ,
Mercado farmacêutico, Indústria farmacêutica



Medicamentos devem aumentar 3,4% em abril, estima setor

Reajuste oficial será divulgado pelo governo no dia 31 de março.

BRASÍLIA E SÃO PAULO- O brasileiro vai gastar mais na farmácia a partir de abril. Os medicamentos devem subir, em média, 3,4% nas contas da Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa (Interfarma). Os cálculos ainda são preliminares, porque foram feitos com as estimativas para a inflação do mês de fevereiro, já que o índice ainda não foi divulgado oficialmente. Leia mais ›


Palavras-chave , ,
Indústria farmacêutica, Legislação e regulamentações



Preço de medicamento deverá ter reajuste médio de 3,4%, projeta setor

A indústria farmacêutica projeta que o governo autorizará um reajuste médio de cerca de 3,4% no preço dos medicamentos neste ano, segundo companhias do setor ouvidas pela coluna.

O aumento permitido varia de acordo com o produto.

Para aqueles com mais concorrentes no mercado, a taxa deverá ser menor, de cerca de 1,6%, e, para os mais inovadores, deverá chegar a 5%, apontam as previsões, que podem mudar a depender da inflação de fevereiro.

O reajuste, que deverá ocorrer em março, é feito anualmente pelo governo. O cálculo leva em consideração fato Leia mais ›


Palavras-chave , ,
Indústria farmacêutica, Marketing Farmacêutico



Medicamento de marca, genérico e similar: qual a diferença?

diferença-de-medicamento-de-marca-genérico-similarConsumidor precisa ser informado a respeito das categorias

Com milhares de fórmulas de princípios ativos disponíveis no mercado para o tratamento das mais variadas doenças, muitas pessoas ficam na dúvida na hora de comprar medicamentos. Seja pela marca do laboratório, pelo preço, por aconselhamento do médico ou do farmacêutico, ou ainda pelo receio de consumir medicamentos genéricos ou pela falta de conhecimento sobre o assunto, muitas pessoas acabam por pagar mais caro nos chamados “medicamentos de marca”.

Cabe ao farmacêutico explicar ao consumidor que um medicamento é um produto farmacêutico composto por uma ou mais moléculas, o que é chamado de princípio ativo. O objetivo primário de todo medicamento é atingir um alvo específico no corpo, promovendo benefícios a quem o toma. Leia mais ›


Palavras-chave , , , , , , , , , , , , ,
Indústria farmacêutica



Muito além da bula de remédio

Muito-além-da-bula-de-remédio-história-da-panvelO compromisso com os clientes vem gerando frutos renovados ao longo dos 40 anos da Panvel. Conheça a história da empresa, contada no livro “100 Marcas do Rio Grande”

O percurso da Panvel começou em 1973 – época da fusão entre as empresas Panitz e Velgos. A mistura de sílabas das duas marcas gerou a denominação que hoje é imediatamente reconhecida pela absoluta maioria dos gaúchos. Mais que um nome, a Panvel é um ícone do varejo farmacêutico no Sul do Brasil. Em pesquisas, é frequentemente lembrada pelo público como a maior referência em seu segmento. Leia mais ›


Palavras-chave , , , ,
Mercado farmacêutico



Nova lei gera mudanças no setor farmacêutico

nova-lei-gera-mudanças-no-setor-farmacêuticoLei anticorrupção, gestão de riscos e compliance fazem a indústria nacional de medicamentos ganhar competitividade.

O mercado de medicamentos está em transformação no Brasil. Prova disso é que pela primeira vez o faturamento da indústria farmacêutica nacional ultrapassou o das multinacionais no primeiro semestre de 2014. Estudo do IMS Health, instituto que audita o setor, mostra que dos R$ 30,9 bilhões faturados pelo segmento neste período, a indústria nacional teve uma participação de 51%.

Leia mais ›


Palavras-chave , , ,
Legislação e regulamentações



0
Conectando
Por favor, aguarde...
Como podemos ajudar?

Envie uma mensagem com sua dúvida, logo retornaremos para você:

* Nome
* E-mail
Telefone
* Mensagem
Atendimento on-line

Como podemos ajudar?

Estamos on-line, fique à vontade para iniciar uma conversa com a M2Farma.

* Nome
* Email
Telefone
* Mensagem
Atendimento on-line
Feedback

Help us help you better! Feel free to leave us any additional feedback.

How do you rate our support?

📬 Receba as últimas notícias sobre o varejo farmacêutico, Farmácia Popular, ANVISA, convênios PBM e mais: